BUSCAR
BUSCAR
Futebol
Ex-jogador do PSG detona Neymar: “Envelhece e ganha peso”
Jérôme Rothen, ex-atleta do Paris Saint-Germain, não aprovou decisão do clube francês em liberar o camisa 10 para permanecer no Brasil
Lance
04/01/2022 | 18:00

Jérôme Rothen, ex-jogador do Paris Saint-Germain e atual comentarista da “RMC Sport”, detonou Neymar e o clube francês. O ex-atleta condenou o estilo de vida do craque e o fato do camisa 10 estar se recuperando de uma lesão no Brasil, enquanto todos os companheiros do atacante já estão na França.

“Como podemos aceitar isso de um jogador que nem sequer jogou 50% dos jogos desde o início da temporada e que tem, em comparação com outros anos, uma proporção de gols e assistências menor? É menos eficiente. Envelhece, ganha peso sem parar, não tem um estilo de vida adequado. Quando você passa dos 30, sua recuperação não é tão boa como nos 25”.

Segundo o boletim médico do PSG, Neymar deve permanecer no Brasil realizando tratamento até o próximo domingo. No entanto, a permissão também foi alvo de crítica por parte de Rothen, que não poupou Leonardo, diretor esportivo da equipe.

“É inaceitável por parte do clube e volto a culpar o diretor esportivo. É ele quem decide tudo. É ele quem dá permissão para Neymar ficar até nove de janeiro fazendo tratamento no Brasil. Nunca um dos seus melhores atletas deve ser tratado no exterior, menos em seu país. Está de férias”.

Neymar não entra em campo desde que sofreu uma lesão no último dia 28 de novembro diante do Saint-Etienne. Na atual temporada, o camisa 10 disputou apenas 14 partidas com o PSG somando os jogos da Ligue 1 e Champions League, marcou três gols e contribuiu com três assistências.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.