BUSCAR
BUSCAR
Internacional

EUA: escolas de Louisiana deverão fixar os Dez Mandamentos nas salas

Até o início de 2025, todas as salas de insituições públicas de ensino no Estado de Louisiana deverão contrar com os Dez Mandamentos
Redação
19/06/2024 | 19:56

O governador de Louisiana, Jeff Landry, sancionou nesta quarta-feira 19 uma lei que obriga escolas e univerisidades públicas a fixarem os Dez Mandamentos em todas as salas de aula. O Estado se torna o primeiro a ter essa exigência nos Estados Unidos.

A lei foi elaborada pelo Partido Republicano, que domina as cadeiras do Congresso de Louisiana. A legislação determina que os mandamentos sejam expostos em tamanho de cartaz e com uma fonte grande e de fácil leitura. A lista será exposta em todas as salas de aula, desde o jardim de infância até as universidades financiadas pelo governo.

Governador de Louisiana, Jeff Landry / Foto: Getty Imagens/Tom Williams
Governador de Louisiana, Jeff Landry / Foto: Getty Imagens/Tom Williams

Na rede social “X”, o chefe de estado comemorou a nova norma, que para ele vai trazer o bom senso de volta às salas de aula.

“Sou grato aos legisladores pelo compromisso em tornar o sistema educacional da Louisiana um sistema do qual alunos, pais e professores possam se orgulhar”.

Os mandamentos devem estar presente em todas as salas de aula do estado até o início de 2025. Os mandamentos biblícos serão acompanhadas por um texto de apoio de quatro parágrafos para explicar a importância de cada um deles, que, de acordo com os apoiadores da lei, não tem apenas um propósito religioso, mas também um significado histórico.

Os parlamentares contrários à lei questionam a constitucionalidade da medida, alertando que pode gerar possíveis processos judiciais no futuro. No texto da lei, os Dez Mandamentos são descritos como documentos fundamentais para o governo estadual e nacional norte-americano.

Os Dez Mandamentos são principíos que guiam a fé cristã. Confira quais são:

  • Amar a Deus sobre todas as coisas
  • Não tomar seu santo nome em vão
  • Guardar os domingos e dias santos
  • Honrar pai e mãe
  • Não matarás
  • Não pecar contra a castidade
  • Não furtarás
  • Não levantar falso testemunho
  • Não desejar a mulher do próximo
  • Não cobiçar as coisas alheias

Com informações do portal Metrópoles

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Biden se confunde e chama presidente da Ucrânia de “Putin” em discurso; veja
Democrata se corrigiu em seguida, afirmando que está muito focado em derrotar o líder russo
11/07/2024 às 20:47
Rússia promete retaliar EUA após anúncio de armas de longo alcance na Alemanha
Kremlin diz estar preparando medidas para contrapor promessas feitas pela Otan
11/07/2024 às 18:20
Eurocopa: rei Charles faz pedido inusitado a jogadores da Inglaterra
Ingleses se classificaram à final do torneio após vitória apertada diante da Holanda nesta quarta-feira 10
11/07/2024 às 18:00
Avião com destino a Guarulhos retorna a aeroporto de Milão após bater cauda durante decolagem
O voo LA8073 partiu às 8h07 (hora de Brasília) e fez o pouso de volta às 9h37
10/07/2024 às 16:43
“Não existe saída individual na América do Sul”, diz Lula na Bolívia
Assinatura de acordos em diversas áreas marca visita oficial ao país
09/07/2024 às 17:43
Brasileiro morre em combate após dois anos como voluntário na Guerra da Ucrânia
Murilo Lopes Santos faleceu em Zaporizhzhia, às margens do Rio Dnipro
08/07/2024 às 22:03
Brasil paga R$ 847 milhões a órgãos internacionais no 1º semestre
Governo quitou integralmente contribuição regular às Nações Unidas
03/07/2024 às 19:17
EUA anunciarão novo pacote de R$ 13 bilhões para Ucrânia, diz Pentágono
Pacote fornecerá novos interceptadores de defesa aérea, armas antitanque e outras munições dos estoques americanos, segundo secretário da Defesa americano
02/07/2024 às 19:15
Furacão Beryl, que já faz vítimas no Caribe, abre caminho para temporada muito perigosa, diz ONU
Este é o furacão de categoria 5 mais precoce já registrado na bacia do Atlântico, Caribe e América Central
02/07/2024 às 18:16
Em vitória para Trump, Suprema Corte decide que presidentes têm imunidade parcial
Decisão afeta processo do 6 de Janeiro, cuja chance de ir a julgamento antes da eleição agora é praticamente nula
01/07/2024 às 18:47