BUSCAR
BUSCAR
Declaração
“Eu não tirei emprego de uma pessoa no Brasil”, diz Bolsonaro
Presidente conversou com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, nesta terça-feira 18, e voltou a criticar o lockdown
Metrópoles
18/05/2021 | 14:01

Em conversa com apoiadores nesta terça-feira 18, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se isentou da responsabilidade pela perda de empregos no país. O mandatário comentava com um apoiador as medidas de restrição de circulação adotadas no estado de Rondônia.

“O governador tem dito para mim que não fecha nada lá”, disse, na saída do Palácio da Alvorada. O chefe do Executivo estadual de Rondônia, Marcos Rocha (PSL), é aliado do presidente.

“Por exemplo, eu não fechei nada no Brasil, zero. Eu não tirei emprego de uma pessoa no Brasil”, prosseguiu o titular do Palácio do Planalto.

De acordo com dados divulgados no dia 30 de abril pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) , o desemprego no Brasil chegou a 14,4% no trimestre encerrado em fevereiro. O número de brasileiros sem emprego foi de 14,4 milhões, o que representa um recorde da série histórica iniciada em 2012.

O presidente da República é crítico de medidas restritivas e também se nega a seguir protocolos recomendados pelas autoridades sanitárias, como o uso de máscaras e o distanciamento social. O mandatário ainda costuma defender o uso de medicamentos sem eficácia comprovada no tratamento contra a Covid-19.

Na segunda-feira 17, Bolsonaro chamou de “idiotas” as pessoas que cumprem o isolamento social – medida recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e por autoridades sanitárias do mundo todo, como forma de conter a disseminação do novo coronavírus.

No mês passado, uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) foi instalada no Senado Federal com o objetivo de investigar as ações e omissões do governo federal no enfrentamento à pandemia e, em especial, no agravamento da crise sanitária no Amazonas com a ausência de oxigênio, além de apurar possíveis irregularidades em repasses federais a estados e municípios.

Até o momento, o Brasil perdeu 436.537 vidas para a Covid-19 e computou 15.657.391 casos de contaminação.

A conversa de Bolsonaro com apoiadores foi gravada e divulgada no YouTube pelo canal Foco do Brasil.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.