BUSCAR
BUSCAR
Desabafo
‘Eu não entendo por que o presidente me exclui’, diz o vice Hamilton Mourão
Em entrevista a Malu Gaspar, vice-presidente da República diz que o ministro Ricardo Salles não vai às reuniões do Conselho da Amazônia porque 'deve estar cuidando da defesa dele'
Blog da Malu Gaspar, do O Globo
18/06/2021 | 14:09

Com os índices de desmatamento batendo recordes históricos, o vice-presidente Hamilton Mourão, que comanda o Conselho da Amazônia, se prepara para enviar o Exército de volta à floresta para mais uma operação de Garantia da Lei e da Ordem. Mas o general tem um desafio: conseguir a adesão dos órgãos de fiscalização subordinados ao ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, com quem mal conversa.

Não é uma questão trivial, considerando que, ao contrário de Salles, o vice não tem sido sequer convidado para a reunião do ministério pelo presidente Jair Bolsonaro. Entrevistado no episódio 9 do podcast A Malu Tá ON , Mourão não nega se ressentir do afastamento. “Eu não entendo por que o presidente me exclui das reuniões”, afirma ele, já advertindo: “Lembrando que eu, eventualmente, posso substituí-lo e ter de decidir sobre algum assunto desses, que eu não sei nada”.

O vice-presidente já entendeu que, em 2022, ele e Bolsonaro não estarão juntos. Mas isso não significa que ele pretenda pendurar como chuteiras. O general agora avalia concorrer ao Senado pelo seu estado natal, o Rio Grande do Sul. “Mas é uma possibilidade isso aí. Em tese, eu tenho de ir até o dia 31 de dezembro de 2022 escoltando essa alma nobre”, referindo-se a Jair Bolsonaro.

Na conversa com um colunista de política Malu Gaspar, o vice-presidente comenta a recente decisão do Alto Comando do Exército de não punir o geral da ativa Eduardo Pazuello pela participação em um ato de apoio ao presidente Bolsonaro. Para Mourão, Pazuello “perdeu seu lugar no Exército” ao assumir o Ministério da Saúde, e está apenas aguardando uma conclusão da CPI da Covid, que investiga sua gestão na pasta, para passar para uma reserva.

No episódio, Mourão fala ainda sobre a proposta de passaporte de imunidade discutida no Congresso, a discussão sobre a adoção do voto impresso nas avaliações de 2022 e sobre os riscos de um levante bolsonarista das polícias militares.

Sempreido pro Malu Gaspar, o A Malu Tá conduz revelando sinceras e diretas com gente que está fazendo a história acontecer. O programa está disponível toda sexta-feira, a partir do meio-dia, na página de Podcast do GLOBO, sem Spotify, sem Apple Podcasts, na Amazon Music, sem Google Podcasts, sem Deezer ou em qualquer outro agregador.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.