BUSCAR
BUSCAR
Salto
Estrela brilha novamente e Thiago Braz conquista bronze em Tóquio
Após ciclo abaixo do esperado, Thiago Braz surpreende novamente e conquista segunda medalha olímpica seguida
Olimpíada Todo Dia
03/08/2021 | 09:57

Thiago Braz é medalha de bronze no salto com vara nos Jogos Olímpicos de Tóquio! Nesta terça-feira 3, a estrela do atual campeão olímpico brilhou mais uma vez. Depois de surpreender a todos e ser campeão da prova na Rio-2016, o brasileiro supera um ciclo olímpico muito abaixo do esperado, surpreende mais uma vez e conquista sua segunda medalha olímpica consecutiva, saltando para 5.87m. Além dele, Darlan Romani garantiu vaga na final do arremesso de peso.

Na final do salto com vara, Thiago Braz começou bem e passou fácil por 5,55m. Na sequência, entretanto, ele não teve o primeiro salto válido nos 5,70m, mas conseguiu passar no segundo. Enquanto isso, Armand Duplantis pulou o 5.70m e passou com tranquilidade pelo 5.80m. Já Renaud Lavillenie, aparentemente sentindo o tornozelo, passou pelos 5.70m e foi direto para os 5.87m.

Novamente na segunda tentativa, Thiago Braz ainda se desequilibrou, mas passou pelos 5.80m, se mantendo vivo na competição. Oito atletas seguiram na prova e o brasileiro conseguiu passar de primeira dos 5.87m, mesmo tocando de leve no sarrafo. Assim, ele já fez a sua melhor marca na temporada, que, até então, era de 5.82m.

Posteriomente, no entanto, com apenas quatro atletas na disputa, Renaud Lavillenie não conseguiu passar pelos 5.92m, garantindo, ao menos, o bronze ao brasileiro. Thiago Braz, então, foi para as suas tentativas, mas também não passou pelos 5.92m, confirmando o terceiro lugar.

Por apenas 10 centímetros, Darlan Romani não conseguiu a classificação para a final no primeiro arremesso. Ele lançou 21.00m e foi o melhor na primeira rodada de arremesso de peso dentre os 16 atletas que competiram. No segundo arremesso, Darlan foi o único que conseguiu superar o índice de 21.20m, garantindo a vaga na final com a marca de 21.31m.

Na terceira rodada de tentativas, apenas o egípcio Amr Hassan bateu o índice de 21,20m, fazendo 21,23, marca menor do que a de Darlan. No final, o neozelandês Tom Walsh arremessou para 21.49, garantindo a classificação e a primeira colocação do grupo, a frente do brasileiro. A final será disputada nesta quarta-feira (4), às 23h05 (de Brasília).

A classificação, inclusive, foi um presente para sua esposa, Sara Romani, que faz aniversário nesta terça-feira. “É uma data especial para ela, para a gente. Fico muito feliz por ela estar do meu lado. Só ela sabe o que a gente passou para estar aqui. Minha prova foi boa. Podia ter passado no primeiro arremesso, mas vacilei um pouquinho. Mas está bom, acontece e é bom para a gente voltar mais concentrado. No segundo arremesso já vim mais tranquilo e senti que conseguia fazer o índice para passar direto. Agora é se concentrar para a final”.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.