BUSCAR
BUSCAR
Educação
Especialistas da educação criticam o projeto de ensino domiciliar no país
As secretarias de educação, SEEC e SME, afirmam que ainda há muitas incertezas sobre a implantação da pasta.
Redação
19/06/2022 | 08:35

Após a aprovação do projeto que regulamenta a prática do ensino domiciliar, conhecido como homeschooling, pela Câmara dos Deputados no dia 19 de maio, especialistas da educação levantaram uma grande discussão sobre essa modalidade. A proposta está em tramitação e ainda não foi promulgado pela Comissão de Educação do Senado, o presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (PSD-BG), não reconhece urgência no tratamento do tema.

O Brasil possui cerca de 35.000 famílias adeptas ao homeschooling, dado da Associação Nacional de Educação Domiciliar (ANED), que também estima que o RN detém cerca de 2% desse total. No entanto, a Secretaria de Estado da Educação (SEEC) e a pasta municipal (SME) enfatizam a importância da inserção no ambiente escolar.

Segundo a secretária adjunta de Gestão Pedagógica da Secretaria Municipal da Educação, Naire Capistrano, declara que a pasta não tem conhecimento de casos de crianças e adolescentes em ensino domiciliar em Natal e o projeto ainda está em análise, por isso, a operacionalização dessa modalidade ainda não é um tópico acompanhado pelas equipes de SME.

Já Getúlio Marques, titular da Secretaria do Estado de Educação (SEEC), declara que essa pasta é um fator de grande preocupação pelas condições que poderão ser oferecidas pelo ensino domiciliar para todos pois o futuro está incerto quanto a essa questão.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.