BUSCAR
BUSCAR
Educação
Escolas da Rede Municipal de Natal realizam busca ativa de estudantes
Secretaria Municipal de Educação destaca o trabalho de busca ativa executado nas unidades de ensino por meio de várias estratégias pedagógicas para resgatar os alunos que estavam distantes das atividades escolares com resultados significativos
Redação
16/06/2021 | 11:56

Com o encerramento do ano letivo de 2020 nesta quarta-feira 16, em um formato não presencial, a Secretaria Municipal de Educação destaca o trabalho de busca ativa executado nas unidades de ensino por meio de várias estratégias pedagógicas para resgatar os alunos que estavam distantes das atividades escolares com resultados significativos.

Segundo Naire Jane Capistrano, secretária adjunta de Gestão Pedagógica, em decorrência da pandemia, alguns estudantes se distanciaram das atividades por causa das restrições do atual cenário, passando a ter aulas na modalidade não presencial.

“Os professores utilizaram muitas estratégias digitais e não digitais no último ano, em decorrência da dificuldade de conexão à internet de alguns alunos. Por isso, foi disponibilizada a entrega das atividades presencialmente nas escolas, mas muitos desses estudantes não procuraram as unidades de ensino. Decidiu-se pela busca deles, a fim de minimizar os prejuízos no ano letivo, evitando a reprovação”, explicou Capistrano.

Gestora pedagógica da Escola Municipal Laércio Fernandes Monteiro, na Zona Norte, Maria Gorete Ferreira conta como aplicou as estratégias de busca na unidade de ensino. “Fizemos grupos de WhatsApp, utilizamos carro de som pela comunidade, fizemos ligações para os pais, recados por parentes, publicações no Instagram, avisos no Facebook da comunidade, além da constante atualização dos telefones dos pais, já que a mudança de contato de muitos deles é constante. Temos também uma de nossas coordenadoras que mora na comunidade e nos ajudava nesse trabalho toda vez que encontrava um estudante nosso na rua, dizendo o quanto a escola é importante e que estava ali para eles”, detalhou Maria Gorete.

A diretora explica que no início das aulas não presenciais encontrou muita dificuldade, porque poucos alunos vinham pegar o bloco de atividades. “Por causa desse trabalho que fizemos, o resultado é surpreendente. Hoje temos turmas de 30 alunos com 28 pegando as atividades, frequentando as aulas e dando suas devolutivas. No início esse número era menor que cinco”, conta a gestora da E. M. Prof. Laércio Fernandes, que hoje atende a 767 alunos do 1° ao 5° ano do Ensino Fundamental.

Para Adriana Rocha de Souza Fortes da Silva, gestora administrativo-financeira da Escola Municipal Professora Palmira de Souza, no bairro Potengi, a melhor estratégia na busca pelos alunos ausentes foram os momentos da entrega do Kit da Agricultura Familiar e da cesta básica do Programa Merenda no Lar.

“Aproveitamos o momento da entrega das cestas para atualizar os contatos e entregar atividades impressas para aqueles alunos que não possuem internet ou que ainda não haviam se engajado. Tivemos um excelente resultado. O resgate nos 8º e 9º do Ensino Fundamental foi de 100%, e das outras turmas, apenas um ou dois alunos por turma que ainda permanecem ausentes”, destaca Adriana Rocha.

Do total de 465 matriculados na unidade de ensino, a diretora Adriana Rocha conta que apenas 20 estudantes não foram resgatados no processo de busca ativa. “A adesão ao nosso trabalho de resgate foi bem significativo”. A escola atende alunos do 1° ao 9° ano e as outras estratégias utilizadas foram os grupos de WhatsApp e telefonemas para cada aluno ainda não incluído nos grupos”, finaliza.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.