BUSCAR
BUSCAR
Natal
‘Se não tiver obra, praia acabará’: população opina sobre engorda
Engorda de Ponta Negra é tema de debate; AGORA RN foi à praia para descobrir opinião de natalenses e turistas
Daniel Guimarães
12/07/2023 | 08:39

A engorda de Ponta Negra, considerada pela Prefeitura do Natal como a maior obra de engenharia e infraestrutura das últimas cinco décadas no estado, está gerando debates entre os potiguares. A iniciativa promete trazer modificações significativas na paisagem litorânea da Cidade do Sol, com impactos significativos para os moradores e frequentadores da região.

Para ouvir a opinião dos residentes, comerciantes e turistas, a equipe do AGORA RN foi até o calçadão de Ponta Negra. A reportagem também verificou a erosão do Morro do Careca, principal cartão postal da cidade.

A proposta da obra de engorda consiste na retirada de areia do mar e aterramento da praia, o que ampliaria a faixa de areia de Ponta Negra em aproximadamente 100 metros. A administração municipal considera esse serviço fundamental para impulsionar o turismo local e combater o avanço da erosão costeira que afeta o Morro do Careca.

No momento, o projeto está aguardando a emissão da Licença Prévia (PV) pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), órgão responsável pela aprovação ambiental da obra. Essa etapa é crucial para a continuidade do empreendimento litorâneo.

Enquanto o desfecho do processo ainda é incerto, diversos potiguares manifestaram preocupações sobre o futuro da praia de Ponta Negra. Alguns aprovam: “Se não tiver a obra, a praia vai acabar?” e outros levantam a questão como ficará o trabalho dos ambulantes locais durante a obra: “Vão indenizar a gente?”.

O secretário Thiago Mesquita, titular da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), já havia dito ao AGORA RN que a execução da obra será “rápida, simples, e pode ser concluída entre 90 e 120 dias”.

Veja o que as pessoas dizem sobre a engorda de Ponta Negra

Rangel Costa, 31 anos, morador e garçom:

Rangel trabalha e mora em Ponta Negra / Foto: José Aldenir
Rangel trabalha e mora em Ponta Negra / Foto: José Aldenir

“Acho que vai ficar melhor [com a engorda], mas tem que se pensar também nos ambulantes, pescadores e locadores de barracas; em geral, o pessoal que trabalha na praia. Eu pergunto: o que o governo e a prefeitura querem fazer a respeito, por nós, enquanto a obra estiver em andamento? Vão indenizar a gente até a obra acabar? Será algo positivo, mas a gente também tem conta para pagar. A gente sobrevive da praia. Hoje você vem ver o Morro e está abandonado. Eu espero que melhore [a erosão], porque o turista gosta de Natal e da praia de Ponta Negra para ver essa maravilha”.

Sales Júnior, 60 anos, morador:

Sales é morador do bairro de Candelária, em Nata, e comento sobre engorda / Foto: José Aldenir
Sales é morador do bairro de Candelária, em Natal, e comentou sobre engorda / Foto: José Aldenir

“Acho [a engorda] uma obra importante. Ponta Negra faz tempo que está sofrendo com essa falta de estrutura, então eu acredito que é uma obra que vai trazer muitos benefícios para a cidade. Vai melhorar de todas as formas. Vai atrair muito turista e para gente que é morador vai ser muito bom. Com certeza vai diminuir a erosão, porque o mar está batendo com força no Morro e está aumentando cada vez mais a erosão e com essa engorda e com essa faixa de areia, vai resolver esse problema”.

Leandro Damião da Silva, 31 anos, comerciante:

Leandro trabalha em um quiosque em Praia de Ponta Negra / Foto: José Aldenir
Leandro trabalha em um quiosque em Praia de Ponta Negra / Foto: José Aldenir

“Vai trazer pontos positivos. Vai aumentar a quantidade de pessoas que vem, o turismo, o comércio. Acho que vai melhorar para todo mundo. A gente está vendo aqui todos os dias. Se não tiver essa obra, a gente vai perder. Se fizer a obra, a maré não vai atingir o Morro. Cada pancada que a maré dá embaixo do Morro, cede mais. Se não tiver a obra, a praia vai acabar, vai ceder. Isso é a natureza. Isso também não quer dizer que quando fizer a obra, isso não vai acontecer de novo. Vai sim, com o tempo. A natureza é assim”.

Neilson Nascimento, 48 anos, morador:

Neilton é morador da Vila de Ponta Negra, em Natal / Foto: José Aldenir
Neilton é morador da Vila de Ponta Negra, em Natal / Foto: José Aldenir

“Eu estou em dúvida. Eu nem sei se essa obra vai sair mesmo. É tanta promessa. É coisa demais que eles não fazem, e aí a gente fica sem saber o que dizer. Fazer que é bom, nada. Já era para ter feito isso a muito tempo, e até agora isso não saiu. Acho que se fizer a obra, pode diminuir a erosão. Acho que vai demorar mais para cair parte do Morro”.

Pedro Bernardo, 67 anos, turista:

Mineiro Pedro Bernardo acredita que obra da engorda vai minimizar erosão marítima no Morro do Careca / Foto: José Aldenir
Mineiro Pedro Bernardo acredita que obra da engorda vai minimizar erosão marítima no Morro do Careca / Foto: José Aldenir

“Vai ser um ponto positivo. Há muito tempo eu ouço falar desta obra, mas eu não vi ainda nada prático. Mas parece que agora vai resolver. Eu acho legal. Eu aprovo. Com certeza pode diminuir a erosão no Morro do Careca, que é um ponto turístico a ser preservado. Se a obra fosse só para preservar o Morro, eu já acharia legal”.

Daniele Rodrigues, 39 anos, turista:

Daniele é professora e veio de São Paulo para turistar em Natal / Foto: José Aldenir
Daniele é professora e veio de São Paulo para turistar em Natal / Foto: José Aldenir

“Eu sou a favor que aumentem a faixa de areia da praia, até porque é o cartão postal da cidade, aí as pessoas podem fazer a visitação ao Morro do Careca. Essa é a segunda vez que venho a Natal, a primeira foi em 2010 e já percebi muita diferença aqui na praia de Ponta Negra.”

João Maria, 38 anos, garçom:

Garçom João Maria crê que engorda trará mais pontos negativos que benefícios / Foto: José Aldenir
Garçom João Maria crê que engorda trará mais pontos negativos que benefícios / Foto: José Aldenir

“Você já imaginou colocar uma engorda e não ter mais golfinhos, praia de tartarugas. Eu não vou mais surfar, eu não terei mais direito de pescar. Se mexer aqui hoje o litoral Norte todo vai sumir. Eu não preciso disso, eu não preciso dessa engorda. Antes de começar pela engorda, eu tenho que começar pela manutenção do calçadão, do rato e barata”.

Morro do Careca sofre erosão; prefeitura diz que obra solucionará o problema - Foto: José Aldenir / AGORA RN
Morro do Careca sofre erosão; prefeitura diz que obra solucionará o problema – Foto: José Aldenir / AGORA RN
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.