BUSCAR
BUSCAR
Crime
Enfermeira é presa por massacre em centro para pessoas com deficiência
Caso aconteceu na Alemanha. A pena será de 15 anos
IG
22/12/2021 | 15:46

Nesta quarta-feira (22), um tribunal alemão condenou a 15 anos de prisão uma auxiliar de enfermagem com problemas psiquiátricos que esfaqueou e matou quatro residentes de um centro para pessoas com deficiência.

A corte de Potsdam, leste da Alemanha, declarou Inés Andrea R., de 52 anos, culpada de homicídio pela morte de quatro residentes e por tentativa de homicídio por ferir três pessoas.

A Promotoria descreveu o ato como “uma crueldade imensa”.

A acusada permanecerá em um centro psiquiátrico, onde está desde que foi detida.

O crime, que chocou o país, aconteceu em 28 de abril. A cuidadora esfaqueou dois homens e duas mulheres com idades entre 31 e 36 anos. Mais três pessoas foram feridas, uma delas com lesões graves.

A polícia afirmou que os ferimentos evidenciavam uma forma de “violência intensa e extrema” contra os pacientes que não tinham como se defender.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.