BUSCAR
BUSCAR
Investigação
Empresa pressionou governo para acelerar compra da Covaxin, diz jornal
Precisa Medicamentos citou pressão de outros países para aquisição dos imunizantes e chegou a dar um dia para que governo se manifestasse
Metrópoles
25/06/2021 | 09:48

A empresa Precisa Medicamentos pressionou o governo federal a acelerar a compra da vacina Covaxin, revela o jornal Folha de S. Paulo.

Representante da fabricante Bharat Biotech no Brasil, a Precisa enviou ofícios e e-mails ao Ministério da Saúde cobrando celeridade no processo de contratação. A empresa argumentou que as doses estariam sendo procuradas por outros países.

Em 22 de fevereiro, segundo o jornal, a farmacêutica deu apenas um dia para o governo federal se manifestar.

Há suspeitas de irregularidades na compra da vacina indiana pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A negociação para aquisição do imunizante foi a mais rápida e cara.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 investiga o contrato.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.