BUSCAR
BUSCAR
Política
Emendas da bancada federal do RN serão definidas até quarta-feira 22, diz Benes
Redação
18/11/2023 | 05:00

Após a bancada federal do Rio Grande do Norte se reunir na quinta-feira 16 para ouvir sugestões sobre como aplicar os R$ 316 milhões em emendas coletivas que a bancada tem direito de indicar para o Orçamento da União de 2024, a ata com as prioridades definidas será enviada à comissão mista de orçamento do Congresso Nacional até a próxima quarta-feira 22.

De acordo com o coordenador da bancada, o deputado federal Benes Leocádio (União Brasil), essa é a forma de finalizar o papel da coordenação em relação à escolha das 15 emendas coletivas para o Estado.

“Deveremos sentar até a próxima quarta-feira 22, em Brasília, para a entrega da ata com as prioridades definidas à comissão mista de orçamento do congresso, e aí finalizamos o papel de coordenação da escolha das 15 emendas coletivas para investimentos no Rio Grande do Norte no ano de 2024”, disse.

Em relação às emendas individuais, Benes Leocádio afirmou que cada parlamentar, tanto os deputados federais quanto os senadores, deverão definir para onde indicar o valor destinado por eles para os investimentos no RN.

Valores das emendas

O foco da reunião da quinta-feira foram as emendas coletivas (de toda a bancada), mas os deputados federais e senadores têm direito, ainda, a emendas individuais no total de R$ 511,72 milhões. No total, são R$ 828,863 milhões que podem ser destinados para ações no Estado. Cada deputado federal poderá destinar R$ 32 milhões em emendas individuais. Os senadores somam R$ 67 milhões.

Benes Leocádio destacou durante a reunião que a prioridade para da bancada será a destinação de verbas para obras já em andamento, como a duplicação da Reta Tabajara e a construção da Barragem de Oiticica e da Estrada de produção, entre as cidades de São Tomé e Cerro Corá.

Para essa última obra, o deputado afirma que já há R$ 32 milhões assegurados para começar a retomada, R$ 19 milhões de indicação da bancada, R$ 2 milhões de emenda individual do ex-senador Jean Paul Prates e R$ 10 milhões viabilizados pelo senador Rogério Marinho (PL).

Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.