BUSCAR
BUSCAR
Cenário de guerra
Em resposta ao exército de Mianmar, grupo rebelde derruba helicóptero a tiros
Vídeos registraram o momento em que os tiros atingem a aeronave e causam uma explosão
CNN Brasil
03/05/2021 | 13:39

O Exército da Independência de Kachin (KIA), um dos grupos rebeldes mais poderosos de Mianmar , disse nesta segunda-feira (3) que derrubou um helicóptero após responder aos ataques aéreos dos militares.

Vídeo publicado pela Reuters mostrado um helicóptero atingido por tiros de arma de fogo no vilarejo de Konlaw, próximo ao município de Moemauk, na província de Kachin, a 860 km (534 milhas) de Yangon. Dois helicópteros atacaram uma aldeia, segundo a testemunha que filmou o vídeo. A vila foi atacada três vezes nos últimos dois dias, disse a testemunha à Reuters.

A Reuters não pôde verificar os relatos de forma independente e um porta-voz militar não respondeu a uma ligação pedindo comentários.

O chefe do departamento de informação da KIA, Naw Bu, disse que o helicóptero foi abatido por volta das 10h20, (hora local – 3h50 GMT). “O conselho militar aerosreos atirados naquela área desde cerca de 8h ou 9h desta manhã, usando caças a jato e também disparou usando um helicóptero, então atiramos de volta neles”, disse ele por telefone. Ele se recusou a dizer quais armas foram usadas.

Dezenas de milhares de civis fugiram de suas casas como resultado dos combates entre os militares militares e insurgentes étnicas nas remotas fronteiras norte e leste de Mianmar. O conflito se intensificou depois que os generais de Mianmar tomaram o poder em um golpe em fevereiro, derrubando um governo eleito liderado por Aung San Suu Kyi.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.