BUSCAR
BUSCAR
Coluna
Eleições 2022: showmícios poderão reforçar atuação de artistas
Confira as últimas de política no Agora RN desta terça-feira (5)
Redação
05/10/2021 | 10:34

Um julgamento marcado para a próxima quarta-feira 6, no Supremo Tribunal Federal (STF), irá analisar mais uma ação, em que pode liberar a realização de showmícios nas eleições de 2022. A análise do tema é muito aguardada por partidos e pode ampliar a participação de artistas na disputa eleitoral do próximo ano. Nos bastidores da corte, ainda há dúvidas sobre a melhor solução a ser dada para o caso.

Há uma corrente que tem defendido internamente, por exemplo, que a liberação de shows gratuitos não seria adequada porque, caso não fique claro o cunho político do evento, confundiria a cabeça dos eleitores. No centro do julgamento, estará a discussão sobre até que ponto o veto à apresentação de artistas em favor de determinado candidato viola as liberdades individuais dessa classe, garantida a todos os cidadãos pela Constituição.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) deu um parecer pela improcedência da ação. O objetivo é impedir o oferecimento de vantagem ao eleitorado, como forma de angariar o voto. Caso os ministros não sigam a linha defendida pela PGR, a corte deve ao menos estabelecer parâmetros claros sobre a participação de artistas nas eleições de 2022 para que não haja um clima de insegurança jurídica, como ocorreu em 2020.

No Rio Grande do Norte, a classe artística tem mais proximidade com a governadora Fátima Bezerra, por ser de esquerda. Mas, a liberação de showmícios também pode beneficiar a oposição. É que bandas renomadas como Saia Rodada, do empresário Eugênio Alves e do prefeito Juninho Alves (PSDB), estão ligados ao ministro Rogério Marinho para o Senado. Já Alex Padang, do Cavaleiros do Forró, também circula bem na classe política. Sem falar da Banda Grafith, onde o dono, Júnior Grafith já foi vereador por Natal.

Dificuldades
O ex-ministro Henrique Alves fez contas e já contabiliza suas dificuldades com as regras do jogo, para ser candidato novamente a deputado federal. Henrique vai precisar de um partido, já que o MDB é comandado pelo deputado Walter Alves, que pode ser vice na chapa da governadora Fátima Bezerra. O antigo líder bacurau tem estimulado uma candidatura do prefeito Álvaro Dias (PSDB) ao Governo e o ex-prefeito Carlos Eduardo (PDT), ao Senado. A oposição tem dificuldades em aglutinar em torno do primo de Henrique.

Henrique contra
Pelas linhas da esposa Laurita Arruda, famosa também em atuar no “jornalismo”, as equipes dos ministros Fábio Faria e Rogério Marinho contabilizam Henrique Alves contra aos dois nomes para o Senado. Ele joga com Álvaro Dias para sair em chapa de Governo. Também tem conversado, por telefone, com o chefe da Casa Civil, Raimundo Alves, para tentar colocar Carlos Eduardo na chapa de Fátima. Henrique só não quer Walter Alves vice. A família Alves tende a sair dividida.

Natal em Natal
O prefeito Álvaro Dias quer aproveitar as atrações musicais da programação do Natal em Natal 2021 e Réveillon 2022 (no formato digital ou presencial). Serão 40 atrações para a realização de apresentações gravadas para divulgação na página do Youtube da Prefeitura de Natal ou presenciais, em casos excepcionais, estando em acordo com as medidas adotadas para contenção da pandemia de covid-19. Álvaro quer entrar 2022 bem valorizado para as eleições estaduais.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.