BUSCAR
BUSCAR
Prisão
Dupla suspeita de matar policial da Paraíba em assalto é presa em Natal
Suspeitos teriam efetuado disparos de arma de fogo contra o policial, na frente da esposa e dos filhos, na tentativa de cometer um assalto
Redação
16/06/2021 | 12:47

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), por meio do Núcleo de Investigação Policial de Mortes de Agentes de Segurança Pública (NIMAS), prendeu, nesta terça-feira 15, Marcos Antônio dos Santos Camilo, conhecido como “Maquinista”, de 19 anos e, Márcio Taniedson dos Santos, conhecido como “Tonny Márcio”, de 26 anos, na cidade. Marcos Antônio já se encontrava no sistema prisional, enquanto que Márcio Santos foi preso em sua residência, no bairro Felipe Camarão, em Natal.

Em desfavor dos suspeitos, existiam mandados de busca e apreensão e de prisão temporária, expedidos pela 9ª Vara Criminal da Comarca de Natal, pelo crime de latrocínio contra o agente da Polícia Civil da Paraíba, Cleverson Luis Fontes, ocorrido em abril de 2021, no bairro de Pitimbu, em Natal. Na ocasião, acompanhados de mais um homem ainda não identificado, eles teriam efetuado disparos de arma de fogo contra o policial, na frente da esposa e dos filhos, na tentativa de cometer um assalto. A vítima, que não chegou a reagir à ação, faleceu no local.

Marco Antônio, que já se encontrava preso desde maio de 2021 pelo crime de posse ilegal de arma de fogo, tomou ciência do mandado de prisão temporária. Márcio Santos foi encaminhado ao sistema prisional, onde se encontra à disposição da Justiça.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.