BUSCAR
BUSCAR
Cultura
Duna: Feira de Arte Contemporânea acontece em dezembro
Primeira edição da exposição acontece de maneira remota até o fim de dezembro
Nathallya Macedo
17/12/2020 | 07:34

Com o nobre objetivo de divulgar o trabalho dos artistas potiguares e atuantes da cena, nasceu a Duna – Feira de Arte Contemporânea. A primeira edição do projeto acontece de maneira remota a partir desta quinta-feira 17, seguindo até o dia 31 de dezembro.

Ao todo, serão expostas obras de 13 artistas, sob o eixo temático “O lugar era aqui”. Ao redor deste espaço no passado, lugar de memória, de reafirmação de identidades, territorialidades e temporalidades, organizam-se imagens que vão além do caráter decorativo. Na verdade, são frutos de processos e pesquisas artísticas no âmbito do contemporâneo.

A curadoria foi realizada por Sofia Porto Bauchwitz, artista visual e pesquisadora de arte contemporânea, e teve a assessoria da curadora Sanzia Pinheiro (BÓLIDE1050). Conta ainda com Paula Lima (Margem Hub de Fotografia) na equipe de coordenação.

“Queremos introduzir um mercado de arte contemporânea que ensaia preços mais justos dentro deste mundo específico, e colocamos um valor máximo que não pode ser ultrapassado (R$ 2.500). São obras que teriam preços muito superiores em outras cidades do Brasil, que estariam participando de uma especulação financeira muito forte. Porém, optamos por mostrar aqui, em Natal, com preços mais acessíveis. Além de divulgar e atualizar os nomes dos artistas, queremos incentivar a prática de um outro tipo de comercialização, uso e fruição da imagem aqui no estado”, contou Sofia.

Outro objetivo da Duna é incentivar o surgimento de movimentos de colecionismo e crítica de arte contemporânea no Rio Grande do Norte. Na feira, há obras de todos os tipos, passando por fotografia documental, foto-performance, bordado-objeto, pintura, aquarela, desenho e colagem.

“Prezamos por uma obra que não é só mais uma imagem impressa para combinar com o sofá, mas que é fruto de uma pesquisa artística. Por isso, vem carregada com vários valores, até porque temos artistas muito novos e mais experientes, de diferentes estágios nas carreiras. Cerca de 80% das vendas irão para os artistas e acreditamos que essa será uma boa forma de apoiar a classe de trabalhadores culturais”, pontuou.

Assim, a Duna acaba criando um contraponto às grandes feiras de arte que acontecem no país, com a real expectativa de encorajar novas formas de fazer, incentivar a experimentação artística e divulgar outras maneiras de pensar o objeto-arte e a comercialização dentro do mercado artístico e cultural. Tentando, com isso, revelar as diversas nuances da arte contemporânea potiguar, tanto para os apreciadores locais quanto para os consumidores de fora.

As informações de contato e todos os detalhes sobre o evento e sobre as obras disponíveis para aquisição estão sendo divulgados a partir do perfil no Instagram @feiraduna. A feira é um projeto contemplado pela Chamada Pública de Emergência Cultural de Fomento à Economia Criativa, com patrocínio da Prefeitura de Natal e do Governo Federal, via Lei Aldir Blanc.

A curadora da Duna, Sofia Bauchwitz, sabe que ama o universo da arte desde os 7 anos. Nasceu no Rio de Janeiro, mas mora em Natal há muito tempo. Ela cursou artes visuais na UFRN e defendeu teses de mestrado e doutorado na Universidad Complutense de Madrid, na Espanha. Voltada para a arte contemporânea, Sofia já participou de diversos projetos sobre o espaço urbano.

Ela acredita que o território de Natal é intrigante: “uma cidade feita sobre dunas… é efêmera, mas cativante”, afirmou. Sofia espera que a cultura seja valorizada na capital potiguar, para que seja possível a criação de uma identidade e para que o trabalho dos artistas locais receba o reconhecimento merecido.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.