BUSCAR
BUSCAR
Vereador
Dr. Jairinho, acusado de matar menino Henry, já apresentou projeto de lei para proteger crianças
Vereador está preso indiciado por homicídio qualificado, com prática de tortura, contra o enteado, o menino Henry Borel, de apenas 4 anos
Metrópoles
02/06/2021 | 13:23

O vereador afastado Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho (sem partido), já apresentou um projeto de lei (PL) na Câmara Municipal do Rio de Janeiro que busca proteger crianças.

A proposta foi apresentada em maio de 2016, e dispõe sobre a proibição de fumar próximo aos menores.

Na justificativa, Dr. Jairinho diz ser “imprescindível que busquemos meios de proteger nossas crianças desse mal já que elas são incapazes de reagir à conduta dos adultos.”

Dr. Jairinho está preso desde 8 de abril de 2021 devido à morte do menino Henry Borel, de 4 anos.

A criança morreu em 8 de março, enquanto estava sob a guarda do padrasto e da mãe, Monique Medeiros. Eles foram denunciados pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) por homicídio.

Nesta semana, a Polícia Civil do Rio de Janeiro (PCRJ) indiciou Jairinho por tortura majorada a mais um menino, filho de uma outra ex-namorada chamada Débora Saraiva. A criança teve o fêmur fraturado por “meio contundente”.

Esse é o terceiro caso em que o vereador é acusado de torturar uma criança.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.