BUSCAR
BUSCAR
Pandemia
Doria anuncia ‘restrição de circulação’ entre 23h e 5h a partir de sexta; acompanhe
“Dado ao fato que chegamos a um recorde de internações por covid-19, o governo do Estado de São Paulo atende expressa recomendação do Comitê de Contingência”, disse em coletiva de imprensa
Estadão
24/02/2021 | 14:10

O governo de São Paulo anuncia nesta quarta-feira, 24, medidas mais restritivas para conter o avanço da covid-19 no Estado, que registrou recorde de internações em UTI nesta semana. A gestão João Doria (PSDB) anunciou “restrição de circulação” a partir desta sexta-feira, 26, até 14 de março, para o período entre as 23 horas e as 5 horas da madrugada, válido para todo o Estado. As aglomerações seguem proibidas em qualquer horário.

“Dado ao fato que chegamos a um recorde de internações por covid-19, o governo do Estado de São Paulo atende expressa recomendação do Comitê de Contingência”, disse em coletiva de imprensa.

Coordenador do Centro de Contingência Contra a Covid-19, Paulo Menezes, declarou que, “se olharmos para o futuro, temos uma visão bastante preocupante”. Ele disse que, se a tendência atual se manter, pode haver esgotamento de leitos de UTI em três semanas.

A média diária de novas internações em UTI é de 1.678 na atual semana epidemiológica, que segue até o sábado, 27. Essa média enfrentou um aumento mais acelerado nos últimos 10 dias, que somou 660 hospitalizações em terapia intensiva a mais nesse período do que no anterior, chegando a 6.657 pacientes internados em leitos de UTI.

“É consequência provavelmente das aglomerações que ocorreram há cerca de 10 dias (a exemplo do carnaval), mas também pode haver outros fatores, como a circulação de variantes, como a de Manaus”, destacou Menezes.

Na coletiva, Doria anunciou a entregue de 900 mil doses ao Ministério da Saúde. “Até abril, estaremos entregando 46 milhões de doses para o Sistema Nacional de Imunização”, destacou.

As medidas a serem anunciadas devem ser completamentares ao Plano São Paulo, de flexibilização da quarentena e reabertura econômica. Hoje, quatro regiões do Estado (Barretos, Araraquara/São Carlos, Bauru e Presidente Prudente) estão na fase vermelha, de maiores restrições, enquanto a capital e o restante da Grande São Paulo estão na amarela.

Em São Paulo, a situação do interior é a que mais preocupa. Algumas cidades, como Araraquara, chegaram a determinar um lockdown para tentar reduzir a transmissão do vírus. São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, também anunciou na segunda-feira, 23, o toque de recolher entre 22 horas e 5 horas e adiou a volta às aulas presenciais, que seriam no dia 1º de março.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.