BUSCAR
BUSCAR
Nota Oficial
Diretório Estadual do PT: “Relatório paralelo, acusatório e sem indícios consistentes”
Partido dos Trabalhadores repudia o posicionamento dos deputados que pediram indiciamento de Fátima
Redação
18/12/2021 | 09:37

O Diretório Estadual do PT divulgou nota oficial, nesta sexta-feira 17, em que repudia o posicionamento dos deputados estaduais que votaram pelo pedido de indiciamento da governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra e de mais 11 pessoas, no âmbito da CPI da Covid da Assembleia Legislativa.

“O Diretório Estadual vem a público denunciar as atitudes irresponsáveis, misóginas e eleitoreiras de um grupo de deputados estaduais que, por manobra parlamentar, adquiriram maioria na CPI da Covid. Esse grupo, com absoluta identidade bolsonarista, procurou, em todos os momentos, desqualificar o governo da professora Fátima Bezerra, atacar o secretário da saúde Cipriano Maia e os servidores e servidoras da saúde”, diz a nota.

O documento segue afirmando que não foi encontrado nenhum indício de irregularidades, ilegalidades e corrupção, depois das audiências, depoimentos e análise de documentos. E que o relatório do relator Francisco do PT não observou irregulares nos contratos administrados pelas secretarias estaduais de Saúde, sugerindo o pedido de indiciamento de quatro pessoas ligadas ao Consórcio Nordeste.

“Contudo, nas últimas seções, três deputados da CPI, ignorando o relatório oficial, aprovaram um outro paralelo, onde consta o pedido de indiciamento do médico sanitarista Cipriano Maia e da professora Fátima Bezerra. Para esta ação, foram desconsiderados depoimentos de servidores, documentos e o parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN), que corroboram com a direção transparente e eficiente das ações do governo do Estado”.

Para a direção estadual do PT, a condução da CPI da Covid na Assembleia Legislativa teve caráter eleitoreiro, que foi demonstrado nos depoimentos feitos à imprensa e nas próprias redes sociais do presidente da Comissão, o deputado estadual Kelps Lima (SDD).

“A CPI termina com um relatório paralelo, acusatório sem bases e sem indícios consistentes, que faz sintonia com os objetivos dos parlamentares que já condenavam e acusavam antecipadamente o governo do Estado”, finaliza a nota do diretório estadual do PT no RN.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.