BUSCAR
BUSCAR
Desaprovação de Rosalba em Natal é “ponto frágil” do projeto de reeleição em 2014, diz cientista político

02/02/2012 | 22:27

O professor do Departamento de Políticas Públicas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) Alan Daniel Freire de Lacerda avalia, em artigo publicado no site Carta Potiguar, que a baixa aprovação do governo Rosalba Ciarlini (DEM) na capital potiguar, de 25%, converteu-se “no que pode ser o ponto frágil de arranjo político governista para os próximos anos”, inclusive, segundo ele, enfraquecendo o projeto de reeleição da governadora.

Sua tese é de que Rosalba terá que suar a camisa para conquistar o eleitor natalense, que forma o maior colégio eleitoral do Estado e é tradicionalmente responsável pela eleição de governadores, se não quiser depender dos votos de outras regiões – como a Oeste – para ser vitoriosa no projeto de reeleição. “Em um cenário no qual avaliação de Rosalba seja consistentemente ruim na capital, a governadora passará a depender em maior medida dos eleitores do Oeste Potiguar e de outras áreas do interior para concretizar seus objetivos políticos de longo prazo”, afirma o professor.

Leia o artigo completo: http://www.cartapotiguar.com.br/carta_novo/2012/02/02/a-equacao-regional-do-governo-rosalba/

Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.