BUSCAR
BUSCAR
Rodovias
DER: Empréstimo de R$ 427 mi não será suficiente para recuperar todas as rodovias
Segundo o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e a Secretaria de Infraestrutura (SIN), uma lista de prioridades está sendo feita
Redação
12/01/2024 | 07:58

O empréstimo de R$ 427 milhões que o Governo do Estado fechou nesta semana junto ao Banco do Brasil não será suficiente para recuperar todas as rodovias do Rio Grande do Norte. Quem admite é o próprio governo, por meio da Secretaria de Infraestrutura (SIN) e do Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

Por causa dos recursos insuficientes, a SIN e a DER elaboraram uma lista com projetos e prioridades que foram determinadas a partir de uma avaliação técnica que considerou as condições atuais das rodovias e o fluxo, bem como a demanda nas estradas. “A ideia é que as principais vias dos sete Distritos Rodoviários do estado sejam cobertas com esse primeiro aporte”, afirmou a DER. São sede dos distritos rodoviários do RN os municípios de Mossoró, Caicó, João Câmara, Nova Cruz, Natal, Pau dos Ferros e Santana do Matos.

A assinatura de uma operação de crédito de R$ 427 milhões com o Banco do Brasil, oficializada em Brasília, com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, marcou a primeira liberação de quatro parcelas dos recursos procedentes do Plano de Promoção do Equilíbrio Fiscal (PEF). Segundo a governadora Fátima Bezerra, o valor será recebido conforme o avanço na execução das obras que serão destinadas para melhorar a malha viária potiguar.

“Quero agradecer exatamente ao presidente Lula e ao ministro Fernando Haddad pela sensibilidade e atenção que tiveram a este importante pleito do Rio Grande do Norte que remonta ao primeiro ano do nosso Governo, mas somente no Governo do senhor, presidente Lula, pudemos consolidar e ter o acesso à operação de crédito com aval da União. Esses recursos vão ser fundamentais para melhoria da infraestrutura rodoviária potiguar. Com o início das obras, nós teremos a geração de emprego e renda para a população”, disse a governadora.

A previsão, de acordo com a assessoria do DER, é que os editais de licitação comecem a ser publicados em fevereiro e, a partir disso, seguir prazos burocráticos. “60 dias após a publicação do edital é possível iniciar a assinatura das Ordens de Serviço”, informou.

Segundo a DER, ainda não se sabe como serão investidas as outras três parcelas seguintes, mas a gestão estadual já sinalizou que existe uma prioridade para a infraestrutura rodoviária.

Enem 2024: período para pedir isenção da taxa começa nesta segunda
O prazo de pedidos de isenção do Enem 2024 se estende até 26 de abril e também vale para as justificativas de ausência na edição de 2023
14/04/2024 às 17:10
Novo Código Civil deve reconhecer que animais são seres com sentimentos e direitos
Proposta vai ser debatida no Senado em sessão temática na próxima quarta-feira 17
14/04/2024 às 16:49
Programa Celular Seguro chega a 40 mil bloqueios após alertas de usuários
Programa Celular Seguro ultrapassou a marca de 40 mil alertas de bloqueios referentes a perda, roubo ou furto de aparelhos
14/04/2024 às 16:33
Professores de universidades federais anunciam greve a partir desta segunda; veja lista
UFRN e UFERSA não estão na lista das 18 universidades federais cujos professores anunciaram greve
14/04/2024 às 16:09
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.