BUSCAR
BUSCAR
Opinião

Deputados federais e senadores decidem hoje coordenador Bancada Federal Potiguar

Confira a coluna desta terça 7
Redação
07/02/2023 | 00:15

Uma reunião está prevista para as 14h30 desta terça-feira (7) em Brasília. Na pauta, o nome que vai coordenar a bancada federal no Congresso Nacional. Cada Estado tem seu coordenador. Até o fechamento da coluna, apenas um estado tinha já decidido o nome de seu representante, a Paraíba. O Damião Feliciano (União Brasil) foi o escolhido. No Rio Grande do Norte três nomes são cotados: deputado federal Benes Leocádio (União Brasil), atual coordenador, o deputado bolsonarista General Girão (PL) e a senadora-lulista Zenaide Maia (PSD).

Entre os oito deputados federais e os três senadores, três nomes são da esquerda-raiz: Zenaide Maia (PSD), Natália Bonavides e Fernando Mineiro, ambos do PT. Dois são radicais-bolsonaristas General Girão e Sargento Gonçalves do PL. Inclusive, no dia da posse colaram cartazes criticando o presidente Lula (PT), e usaram dentro do plenário da Câmara dos Deputados. De cara, o PL tem cinco votos. Além dos dois deputados, também os experientes João Maia e Robinson Faria, que não tem posições extremistas. O senador Rogério Marinho é outro do PL, que terá posição contra o Governo Lula.

FOTO BANCADA FEDERAL 1
No Rio Grande do Norte três nomes são cotados - Foto: Divulgação

Mas, a bancada potiguar vai precisar de um nome mais com equilíbrio, que não seja esquerda-raiz, e também não venha com extremismo-bolsonarista. O deputado Benes Leocádio transita bem nessa linha. Não é radical, e já acenou que pode colaborar com a governabilidade. O União Brasil indicou nomes na Esplanada dos Ministérios. Ser coordenador de uma bancada com 11 membros é uma missão que acompanha recursos orçamentários (através de emendas parlamentares). Ao cargo em questão também são conferidas prerrogativas na apreciação e votação de relatórios, incluindo o remanejamento de recursos e a apresentação de destaques, além do direito de participar do Colegiado de Coordenadores de Bancadas Estaduais.

Pires

Quem chegou ontem à Brasília foi o prefeito Allyson Bezerra, ainda no Solidariedade. Vai permanecer por cinco dias na Esplada dos Ministérios, onde acompanha andamento de obras e projetos para Mossoró. Como não tem um deputado federal, já que Kelps Lima não conseguiu vencer, o prefeito de Mossoró vai bater a porta de outros parlamentares que foram votados no município. Depois de vários anos, a segunda maior cidade não terá também nenhum representante natural do município.

Pedido

Uma fonte de Pau dos Ferros, no Alto Oeste Potiguar garantiu a coluna que o ex-senador José Agripino Maia tem um pedido pessoal para os deputados Paulinho Freire e Benes Leocádio, eleitos pelo União Brasil. Ele quer fazer o ex-prefeito Leonardo Rego comandante de uma autarquia federal no Estado. Administrador, Leonardo foi secretário de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Governo Rosalba Ciarlini. Só tem um probleminha: foi eleitor de Bolsonaro e é hoje o principal adversário da prefeita Mariana Almeida, lulista e aliada da governadora Fátima Bezerra (PT).

Espaços

O ex-prefeito Ivan Júnior (Assú) anda tentando segurar seus espaços políticos. Ivan defende que a bancada do União Brasil viabilize para quem ajudou a eleger dois deputados federais alguns espaços. Na conta de Ivan, sua esposa Vanessa Lopes e a vereadora Camila Araújo conseguiram juntas colaborar com 51 mil votos. A ex-deputada Carla Dickson teve 43 mil votos, mas já foi descartada pelo partido.

Buraco da Véia

Enquanto isso, o presidente do União Brasil, José Agripino passou o fim de semana no Litopral Norte. Nos Parrachos de Jacumã no domingo, teve um encontro com os deputados Ivaníson Oliveira (União Brasil), Luiz Eduardo (Solidariedade), Coronel Azevedo (PL), e o presidente da Assembleia, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB). Os empresários Paulo Buda e Ruy Gaspar também na foto postada pelo ex-senador no feed do seu instagram.

Federação

E os presidentes das Câmaras Municipais do Rio Grande do Norte elegeram ontem por aclamação a chapa encabeçada pelo vereador Wolney França (Parnamirim), para o biênio 2023/2025. “Acima de tudo, a nossa chapa representa a unidade da Federação, que com certeza fica fortalecida. Iremos juntos realizar um mandato comprometido com os interesses do nosso Estado. Obrigado pela confiança dos presidentes votantes, estamos juntos!”, afirmou Wolney, que toma posse em maio.

Luto

Foi sepultado ontem no Cemitério Morada da Paz de Emaús, o corpo de Edson Medeiros, aos 87 anos, um dos proprietário do shopping Via Direta, ex-administrador da empresa Medeiros S/A Indústria e Comércio, e que também chegou a ser por duas vezes prefeito de Jardim do Seridó. Ele deixa a viúva, Maria José Medeiros, também ex-prefeiita do município seridoense, além de filhos e netos.

Liberados

A Comissão de Ética Pública da Presidência da República liberou ex-ministros do Governo Bolsonaro para exercerem de imediato atividades em empresas da iniciativa privada que mantêm relação com seus antigos cargos. O colegiado, totalmente controlado por indicados do ex-presidente, dispensou da quarentena três titulares do primeiro escalão que, por lei, poderiam receber salários pelos próximos seis meses sem trabalhar, para evitar situações de conflito de interesse.

Pacto

O ex-deputado Fábio Faria começa no próximo mês, na área de Relações Institucionais. O ex-titular das Comunicações irá para uma instituição financeira que é a principal acionista da V.tal, empresa de fibra ótica vendida pela Oi no processo de recuperação judicial. A firma detém hoje a maior rede neutra do País e vende capacidade de fibra ótica para outras empresas de telecomunicações, como a TIM e a própria Oi. Sócio do Pactual, o empresário André Esteves recepcionou Elon Musk na vinda dele ao Brasil, no ano passado, ao lado de Faria, então ministro. Na ocasião, o dono da Tesla, da Space X e do Twitter anunciou sua pretensão de levar internet de alta velocidade às escolas na Amazônia.

Confusão

O senador Flávio Bolsonaro denunciou Randolfe Rodrigues para a Comissão de Ética e Decoro Parlamentar no Senado. Na semana passada, Randolfe se desentendeu com o youtuber Wilker Leão e tomou o celular do jovem. A atitude do parlamentar foi semelhante a de Jair Bolsonaro no ano passado. Após ser chamado de “tchuchuca do centrão”, o ex-presidente também avançou contra o mesmo youtuber.

Para 46%, Bolsonaro planejou golpe; 42% veem perseguição; leia a opinião do Agora RN
Confira a opinião do Agora RN deste fim de semana
10/02/2024 às 07:54
A reestatização da refinaria Lubnor pela Petrobras; leia opinião do AGORA RN
Inicialmente vendida por US$ 34 milhões (R$ 167,3 milhões) em 2022, durante o governo Bolsonaro, a refinaria foi “reestatizada”
29/11/2023 às 08:00
Adriano Gadelha: o novo braço de ‘Gestão e Projetos Especiais’ do Governo Fátima
Confira a coluna de Opinião desta quinta-feira 24
24/08/2023 às 08:09
Álvaro Dias entre Rafael Motta e Paulinho Freire?
Confira a coluna de Opinião desta terça-feira 22
22/08/2023 às 07:29
Vaga no TCE vai dividir a Assembleia e mostrar a força da oposição?
Confira a coluna de Opinião desta quinta-feira 17
17/08/2023 às 07:59
Futuro do comando do Progressistas no RN entre João Maia e Styvenson Valetim
Confira a coluna de Opinião do Agora RN desta sexta-feira 11
11/08/2023 às 07:23