BUSCAR
BUSCAR
Deputados colocarão a mão no fogo por Temer?

29/06/2017 | 05:10

Interinamente por Tiago Rebolo

O país assistirá, nos próximos dias, novos capítulos (desta vez, com contornos ainda mais emocionantes) da crise política, com a votação, na Câmara, da abertura de processo contra o presidente Michel Temer. Essa etapa é obrigatória para que a denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal seja transformada realmente em uma ação penal. E, assim, Temer seria afastado do cargo por no máximo seis meses para que o seu julgamento pelo crime de corrupção seja realizado no Supremo Tribunal Federal. Para que isso aconteça, frise-se, é preciso autorização do Poder Legislativo. É aí que veremos até que ponto vai a lealdade da bancada governista na Câmara. Os deputados vão mesmo botar suas mãos no fogo para defender a continuidade do cambaleante governo Temer, em nome das reformas? O próprio Temer, que disse no início do ano que demitiria ministros ‘investigados’ – quiçá denunciados – resistirá à pressão de ser acusado pelo procurador-geral da República? Neste momento, o que os parlamentares estão mensurando, certamente, é o tamanho do impacto eleitoral com o apoio ao presidente. A postura terá um preço, e para alguns poderá ser caro demais.

>> Sem comentários. A reportagem do Portal Agora RN/Agora Jornal tentou entrar em contato com representantes da bancada federal potiguar para repercutir a denúncia contra o presidente. Apenas Rogério Marinho (PSDB) e Walter Alves (PMDB) se pronunciaram. E se limitaram a dizer que vão aguardar novos desdobramentos antes de decidirem seus votos.

>> Recomendação. O promotor substituto Carlos Henrique Rodrigues da Silva recomendou ao secretário municipal de Saúde, Luiz Roberto Fonseca, que a pasta corrija, num prazo máximo de 30 dias, irregularidades constatadas na unidade básica de Brasília Teimosa. O posto de saúde foi recentemente reformado, mas apresenta goteiras, infiltrações e outros problemas nas salas de espera, de imunização, de testes rápidos e na farmácia.

>> Efeito negativo? Pegou mal para o governador Robinson Faria (PSD) a prestação de contas feita ao Agora Jornal sobre as ações do governo realizadas na área de segurança pública. Muita gente questionou “que legado” será deixado pela atual gestão.

>> Afiando o discurso. Por outro lado, houve quem avaliou a fala do governador como um aquecimento para a batalha eleitoral de 2018. Analistas observam que Robinson tentará mostrar na campanha, se for mesmo candidato, que se esforçou para minimizar o problema da violência no estado.

>> Definições. O Solidariedade, liderado pelo deputado estadual Kelps Lima, vai lançar a ex-atleta Magnólia Figueiredo como candidata ao Senado no pleito do ano que vem. Na eleição para o Governo, indefinições.

>> De saída? Ex-prefeito de Parnamirim e pré-candidato a deputado estadual, Maurício Marques pode estar de saída do PDT, legenda capitaneada a nível estadual pelo prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves. Maurício está recebendo convites de partidos diversos, como o PRB, do atual prefeito Rosano Taveira.

>> Quem fica. Se confirmada a desfiliação de Maurício, o PDT deverá ter novo comandante na cidade Trampolim da Vitória. Se fala nos nomes de Valério Santiago, atual secretário de Serviços Urbanos, do vereador Manuel Diniz e até de Homero Grec, hoje chefe de Gabinete da Prefeitura de Natal.

>> Complicou. A situação política do deputado Dison Lisboa (PSD), líder do governo Robinson na Assembleia Legislativa, é delicada. Ontem, o Ministério Público voltou a pedir à Justiça que a pena atribuída a ele seja cumprida imediatamente. O parlamentar foi condenado a cinco anos de prisão por irregularidades constatadas na época em que ele era prefeito de Goianinha.

>> Suplência. O substituto imediato de Dison, caso o deputado perca o mandato por cair na Lei da Ficha Limpa, é Major Fernandes (PSD).

>> Verba. O governador Robinson Faria liberou, por meio de decreto, pouco mais de R$ 750 mil para a continuidade das obras de acesso ao Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante. A rota norte já está concluída, faltando apenas alguns ajustes. O trecho sul, contudo, que liga Macaíba ao terminal, ainda está em obras.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.