BUSCAR
BUSCAR
Enfrentamento

Em cenário otimista, governo avalia ‘dia D’ de vacinação em 23 de janeiro

De acordo com as projeções que têm chegado à Saúde, o laboratório brasileiro tem capacidade para produzir 15 milhões de doses por mês
CNN
04/01/2021 | 17:26

O governo passou a avaliar a possibilidade de realizar um “dia D” de vacinação contra a Covid-19 em todo o país em 23 de janeiro.

Segundo relatos feitos à CNN, esse cenário otimista leva em conta a possibilidade de 2 milhões de doses do imunizante desenvolvido pela farmacêutica britânica AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford chegarem à Fiocruz entre os dias 15 e 20 deste mês. Este primeiro lote viria do Serium Institute, da Índia, responsável pela fabricação do produto.

Em cenário otimista, governo avalia ‘dia d’ de vacinação em 23 de janeiro
Jovem tomando vacina - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A CNN apurou que a ideia que vem sendo discutida no Ministério da Saúde é a de começar a vacinação por abrigos de idosos em todo o país no mesmo dia.

A expectativa do governo é a de também receber os insumos da vacina de Oxford até o dia 15. Assim, a Fiocruz poderia começar a produção no país ainda neste mês.

De acordo com as projeções que têm chegado à Saúde, o laboratório brasileiro tem capacidade para produzir 15 milhões de doses por mês.

A ideia é começar com 1 milhão por semana e aumentar gradativamente até atingir o nível máximo de produção.

Nesta segunda-feira 4, a Fiocruz e a Anvisa (Agência Nacional de Saúde) se reuniram para tratar do pedido de uso emergencial da vacina no Brasil.

Durante o encontro, a Fiocruz apresentou dados sobre o imunizante de Oxford, mas a agência disse em nota aguardar informações que mostrem que o produto da Índia é semelhante ao fabricado no Reino Unido.

à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas o procedimento não foi considerado suficiente para a aprovação emergencial do imunizante.

A fundação ainda depende de dados que devem ser fornecidos pelo Serium Institute, da Índia, responsável pela fabricação do produto.

“Em termos mais técnicos, o objetivo desta avaliação é garantir a equivalência quanto à resposta da imunogenicidade, ou seja, a habilidade de a vacina ativar resposta ou reação imune, tais como o desenvolvimento de anticorpos específicos, respostas de células T, reações alérgicas ou anafiláticas”, disse a Anvisa.

Ainda de acordo com a agência, caso haja diferenças entre os produtos do Reino Unido e da Índia, “estudos de comparabilidade devem ser conduzidos” para mostrar que as vacinas são equivalentes.

Se houver diferença entre os produtos, estudos de “comparabilidade” devem ser conduzidos, para mostrar que ambos são ao menos equivalentes.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Estudo revela violência contra jornalistas e comunicadores na Amazônia
Em 10 anos, 230 casos foram registrados em nove estados da região
23/04/2024 às 10:44
Biometria facial: sete em cada dez bancos adotam mecanismo tecnológico
Pesquisa do Idec alerta para imposição a clientes
23/04/2024 às 09:53
Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio estimado em R$ 3,5 milhões
Sorteio será realizado a partir das 20h, horário de Brasília
23/04/2024 às 09:21
Governo adiará um dos projetos da regulamentação da reforma tributária
Projeto sobre comitê gestor ficará para próxima semana
23/04/2024 às 09:07
Caixa paga Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 5
Com adicionais, valor médio do benefício está em R$ 680,90
23/04/2024 às 09:05
“Ou vamos para a Margem Equatorial ou voltamos a importar combustível”, diz Jean Paul Prates
O executivo defendeu que a exploração na Margem Equatorial deve ser feita
23/04/2024 às 08:38
PF investiga invasão em sistema de pagamentos do governo federal
A suspeita é que os invasores teriam acessado o Siafi por meio do CPF e da senha do gov.br dos gestores
22/04/2024 às 18:44
Empresário é preso acusado de instalar câmera escondida em casa alugada
Segundo a polícia, equipamento instalado no banheiro de uma casa filmou família por cerca de duas semanas
22/04/2024 às 11:55
Grupo que acolhe mulheres com câncer no RN participa do Global Forum este mês
Grupo 'Bonitas' irá participar nos dias 24 e 25, em Brasília
22/04/2024 às 10:45
Programa educativo promove integração entre línguas indígenas
Medida foi publicada nesta segunda-feira no Diário Oficial da União
22/04/2024 às 10:19
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.