BUSCAR
BUSCAR
Internacional
Covid: Coreia do Norte relata mortes e diz agir rápido contra surto
Hoje é o quarto dia sob bloqueio nacional contra a doença no país
Agência Brasil
15/05/2022 | 16:46

A Coreia do Norte disse neste domingo (15) que 42 pessoas morreram, conforme o país iniciou seu quarto dia sob um bloqueio nacional destinado a interromper o primeiro surto confirmado de Covid-19 no país.

A admissão da Coreia do Norte na quinta-feira de que está lutando contra um surto “explosivo” de Covid-19 levantou preocupações de que o vírus possa devastar um país com um sistema de saúde com poucos recursos, capacidades de teste limitadas e nenhum programa de vacinas.

A agência de notícias estatal KCNA disse que o país está tomando “medidas de estado emergenciais rápidas” para controlar a epidemia, mas não há sinal de que Pyongyang esteja se movendo para aceitar ofertas internacionais de vacinas.

“Todas as províncias, cidades e condados do país foram totalmente fechados e unidades de trabalho, unidades de produção e unidades residenciais isoladas desde a manhã de 12 de maio, e um exame rigoroso e intensivo de todas as pessoas está sendo realizado”, informou a KCNA neste domingo.

Um dia antes, o líder norte-coreano, Kim Jong Un, disse que a disseminação da Covid-19 gerou “grande turbulência” no país e anunciou uma batalha total para superar o surto.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.