BUSCAR
BUSCAR
Polêmica
Conselho de enfermagem tem acesso negado ao prontuário de Klara Castanho
Hospital afirma que o documento é de propriedade da paciente e só pode ser retirado por ela ou com sua permissão.
Redação
04/07/2022 | 21:41

O Coren-SP (Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo) afirmou que o Hospital Brasil, onde a atriz Klara Castanho realizou o parto após ser vítima de um estupro, negou a solicitação de acesso ao prontuário de atendimento da atriz para prosseguir com as investigações.

O hospital alegou que seria preciso a autorização prévia da paciente. O Coren-SP e o Cofen (Conselho Federal de Enfermagem) estão investigando uma possível infração ética da profissional.

Em nota ao Poder360, o hospital afirmou que tinha cooperado disponibilizando os contatos dos profissionais envolvidos no caso da atriz, mas que o prontuário não podia ser entregue, visto que “é um documento de propriedade da paciente”. Ainda segundo a instituição, será “preciso ter a autorização expressa dela ou uma ordem judicial para que os dados sejam informados a terceiros”.

Em desabafo nas redes sociais, a atriz Klara Castanho relatou que uma enfermeira teria dito: “imagina se tal colunista descobre essa história”. O Coren-SP se colocou à disposição dela para orientações sobre os procedimentos de acesso ao prontuário, além da apuração sobre a conduta dos profissionais envolvidos.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.