BUSCAR
BUSCAR
Brasília
Congresso terá que explicar aumento do fundo eleitoral para o STF
O pedido foi feito pela ministra do STF Rosa Weber, que está no plantão da corte durante o recesso
CNN
26/07/2021 | 16:44

O Supremo Tribunal Federal enviou requisição de informação para o Senado Federal, a Câmara dos Deputados e a Advocacia-Geral da União sobre o aumento do fundo eleitoral para 2022, que passou de R$ 2 bilhões para R$ 5,7 bilhões.

O pedido veio após ação de parlamentares que pediram a suspensão e a anulação da votação, sob a alegação de irregularidades no processo de votação e aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias, que inclui a definição do valor do fundo eleitoral.

Um trecho dos documentos enviado por parlamentares ao STF questiona a celeridade em que foi feita a votação. “Como 594 pessoas conseguem analisar, discutir e votar em um único dia 2.663 emendas parlamentares? É impossível, é uma ficção para fingir que se fez cumprir a constituição”, disseram os parlamentares.

O pedido foi feito pela ministra do STF Rosa Weber, que está no plantão da corte durante o recesso. O processo foi sorteado originalmente para o ministro Nunes Marques.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.