BUSCAR
BUSCAR
Informação e Opinião
Confira a coluna “Por trás da Notícia” de Ney Lopes desta segunda-feira 21

21/12/2020 | 06:07

AFETOS COMO PRESENTE DE NATAL

Sexta próxima, mais um “Natal em Natal”. Data muito especial, rodeada de magia e sentimentos. Afinal, o anuncio do Anjo foi de que o “Salvador” seria encontrado numa humilde manjedoura com palhas, aconchegado pela Mãe e um cobertor. Assim aconteceu. A catástrofe da pandemia transforma o Natal de 2020 em momento de reflexão. Na “noite mágica” enxergamos enfim a luz no final do túnel, que é a vacina contra o vírus mortal, permitindo em breve a aproximação com os entes queridos. Por enquanto, a sugestão é que que os “afetos”, fisicamente distantes, substituam as tradicionais lembranças natalinas. Feliz Natal para o leitor e sua família!

OLHO ABERTO

  1. No “Reino Unido”, a rainha Elizabeth II e seu marido o príncipe Philip não passarão o Natal em família. Ficarão isolados, no castelo de Windsor.
  2. Há razões para maior cautela dos britânicos pela descoberta em Londres de nova variante do vírus, com 70% de maior capacidade de transmissão. Não há motivo de pânico. A confiança é que as vacinas sejam eficazes. Mas, tem que esperar.
    3.Na Alemanha, a chanceler Ângela Merkel adotou medidas rígidas de isolamento social e justificou com lágrimas nos olhos: “Muitos conttos podem levar ao último Natal com os familiares. Não devemos agir assim”.
  3. Na Bélgica número de pessoas permitidas no Natal: um convidado por casa. Luxemburgo dois. Na França, a mesa não poderá ter mais de seis pessoas.
  4. O Papa Francisco antecipou em duas horas a “missa do Galo” no Vaticano.

Bacalhau no Natal
O bacalhau é o “rei” nas mesas natalinas de Portugal, apesar de ser totalmente importado da Noruega, Islândia, Groenlândia, Rússia e Canadá. Houve queda de 30% nas vendas a bares, restaurantes e cafés.

Plataformas “on line”
Países europeus para “encurtar” distancias no dia de Natal sugerem “plataformas “on line” do tipo Skype, WhatsApp, Zoom e Microsoft Teams, Google Meet. O uso da tecnologia será durante o jantar, ou no momento dos presentes.

Critério político
Sabe-se, por trás da notícia, que houve “pressão dos quartéis” para Bolsonaro cancelar decreto, três dias após editá-lo. O Planalto mudara a forma de promoção dos coronéis do Exército. Acabava a promoção por tempo de serviço e mantinha o mérito. Na prática, o acesso ao posto de coronel teria critério “político” e pessoal da Presidência. Caiu ligeiro.

Bolsonaro e Biden
Há quem diga, que o caminho do Governo brasileiro aproximar-se de Joe Biden será manter o critério defendido por Trump de excluir a China no leilão da tecnologia 5G. Nessa disputa, Trump e Biden pensam da mesma maneira. A semelhança lembra o refrão: “a água só corre para o mar”!

E agora?
Henrique Mandetta e Nelson Teich caíram no Ministério da Saúde por discordarem do presidente. Agora, o general Pazuello diz que é normal a decisão do STF impor restrições, a quem não tomar a vacina. Ao contrário, o presidente criticou o STF de “entrar em bola dividida”. O presidente disse que não terá vacina para todos. Pazuello afirmou que terá. Bolsonaro não se vacinará. Pazuello confirma que irá vacinar-se. E agora?

Vacinas falsas
A empresa de segurança digital “Check Point software” constatou anúncios na Internet da venda de vacinas falsas contra a Covid19.

Pesar
Faleceu em Natal a jornalista Dodora Guedes, que teve intensa atuação na imprensa brasileira. Em Mossoró, morreu Dona Lurdinha Rosado, esposa do deputado Vingt Rosado, já falecido.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.