BUSCAR
BUSCAR
Escrita
Confira a coluna “Desenrolando a Língua” de quinta-feira 7

07/01/2021 | 07:03

CORES DE VERÃO
A concordância com os nomes de cor sempre foi problema para muita gente nas provas de língua portuguesa. Quando a cor é expressa por um substantivo em função de adjetivo, o nome da cor é invariável. Na prática, pode-se intercalar um expediente: tentar intercalar a expressão “cor de” ou “da cor de” antes do nome. Se for possível, o nome fica invariável; caso contrário, concorda com o nome a que se refere. Assim, temos “blusas pérola”, “gravatas laranja”, “camisas pastel”; “lenços verdes”, “blusas amarelas”.

COR DE BURRO QUANDO FOGE
A expressão “Cor de burro quando foge”, atualmente utilizada para indicar uma cor indefinida, é derivada de “Corro de burro quando foge”, que designa o comportamento agressivo do animal, na iminência de atingir com um coice alguém próximo. Esse é um caso em que houve mudança na forma e no sentido.

QUEM TEM BOCA…
Exemplo semelhante ocorreu em “Quem tem boca vai a Roma”, que significa “Quem sabe se comunicar vai a qualquer lugar”. Originalmente, o provérbio era “Quem tem boca vaia Roma”, com o verbo vaiar, em vez de ir. Isso porque a plebe e os escravos acreditavam que a cidade de Roma merecia vaias por causa de seu imperador, Júlio Cesar, cuja opinião ninguém podia contrariar.

CAGADO E CUSPIDO
Muito popular por nossa região, a expressão “Cagado e cuspido” já foi “Cuspido e escarrado”. A ideia é dizer que alguém é muito parecido com outra pessoa, como em “O menino é cagado e cuspido o pai” ou “O menino é cuspido e escarrado o pai”. Na verdade, em sua origem, a frase era “Esculpido em carrara”, que é um tipo de mármore de alta qualidade, popular para uso em escultura e construção de decoração. Apesar das corruptelas, o significado não foi alterado.

QUEM NÃO TEM CÃO…
Outra que não sai da boca do povo, na hora de dar conselhos ou palavra de incentivo, é “Quem não tem cão caça com gato”, a qual indica: “Você deve se virar como puder para alcançar seus objetivos”. A expressão original era “Quem não tem cão caça como gato”, isto é, caça de forma astuta, escondendo-se como um felino.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.