BUSCAR
BUSCAR
Social
Confira a coluna de Daniela Freire desta segunda-feira 21

21/12/2020 | 07:07

Entrando na jogada
O ministro das Comunicações, Fábio Faria, comentou neste sábado sobre os bastidores da eleição que definirá o próximo presidente da Câmara Federal e que colocou sob os holofotes uma disputa frontal entre o presidente da República e o deputado Rodrigo Maia, atual presidente da Casa.

Visão
Em sua conta oficial no Twitter, Fábio disparou: Interessante ver a divisão dos blocos na disputa pela Presidência da Câmara. Ficando claro quem é esquerda e direita”. E aí, ele emenda: “Para avançarmos nas reformas econômicas e pautarmos a agenda conservadora temos que vencer a eleição. Aí teremos tranquilidade para manter a retomada econômica do Brasil”.

Farsa
Com esta fala, o ministro das Comunicações tenta estimular a ideia de que o País não andará caso não eleja o candidato bolsonarista Arthur Lira (PP) e tenha, assim, um aliado de primeira hora na chefia do Legislativo.

Precisa?
Antes, à Veja, ministro das Comunicações já havia dito que o presidente Bolsonaro “precisa ter um aliado na Câmara, não só da agenda econômica, mas que saiba que o exercício da democracia é pôr em votação uma pauta, mesmo sem concordar com ela”.

Democracia
É sempre bom lembrar que numa democracia também é necessária a presença de uma oposição, é necessário aceitar o presidente que for eleito e manter diálogo responsável com ele, seja aliado político ou não.

Hábil
Aliás, na entrevista à Veja, com o sugestivo título “Todos pela paz”, Fábio foi chamado de “hábil articulador”, um evangélico que “prega a harmonia entre os Poderes” e que “defende a agenda conservadora de Bolsonaro”.

Qual paz
Mas a que paz o ministro se refere? À paz que o Executivo terá que ter com os novos presidentes da Câmara e do Senado, independente do lado político que eles estejam, ou a paz que só reina quando o escolhido é da casa bolsonarista?

Ação coordenada
Foi em tom de brincadeira, usando uma expressão que está na moda nas redes sociais, que os secretários de Planejamento, Aldemir Freire, e de Tributação, Cadu Xavier, e a governadora Fátima Bezerra anunciaram, na última sexta-feira, a inclusão do pagamento do complemento do 13º salário para os servidores que recebem até R$ 4 mil – antes ela havia anunciado que esse pagamento seria feito apenas aos que recebiam até R$ 2 mil.

A hashtag da moda
“E aí, Aldemir, já que ‘sextou’ será que a ‘#mãetáon’ com notícia boa?”, postou Cadu Xavier primeiro. Em seguida, o titular do Planejamento respondeu: “Se a ‘#mãetaon’ e é sexta, só ela pode anunciar. Minha boca é um túmulo. Fale aí governadora”.

Amãetáon
Rapidamente, Fátima Bezerra confirmou a brincadeira e publicou: “’#AMãeTáOn’ é? Pessoal, temos uma boa notícia para os servidores públicos que recebem até R$4 mil. Semana passada anunciamos que o complemento do 13º pra quem ganha até R$ 2 mil será pago dia 23. Pois bem, a arrecadação está sendo boa (não é isso Aldemir Freire e Cadu Xavier?) e vamos ampliar o pagamento para quem recebe até R$ 4 mil. #sextou”.

E continuará
O secretário de Tributação Cadu Xavier aproveitou para reforçar que a arrecadação de ICMS de dezembro – até o dia 17/12 – estava “cerca de 20% acima do mesmo período do ano passado”. “Por isso a senhora tem condições de dar essa boa notícia para os servidores do RN”, disse, que garantiu: “Em janeiro vem mais boas notícias pois em 2021 a #amãecontinuaráOn’!”.

Qualidade
Deu na Folha, neste domingo, que a pandemia de coronavírus causou um apagão de dados sobre a qualidade das praias no país. “Estados como São Paulo, Rio, Santa Catarina e Rio Grande do Norte interromperam medição em março e retomaram de forma gradual”, dizia a reportagem.

Segurança
Segundo o jornal, dos 17 estados do país com praias apenas Paraíba e Sergipe mantiveram a coleta e análise da balneabilidade. Tudo isso porque boa parte desse trabalho é feito por servidores que fazem parte do grupo de risco da covid e precisaram se afastar das jornadas presenciais desde o mês de março.

Voltando a medir
A matéria da Folha conta que aqui no RN o Idema voltou a medir a qualidade das praias há três semanas, depois de nove meses. “O último boletim foi de 23 de março”, informa o jornal.

Hora de fechar
Itália, Holanda e Bélgica decidiram proibir voos procedentes do Reino Unido a partir deste domingo, 20, em uma tentativa de garantir que uma nova cepa de coronavírus que está se alastrando pelo sul da Inglaterra não se espalhe por seus territórios. Além das três nações, a Alemanha e a França também devem adotar medidas semelhantes. As restrições vieram depois que Boris Johnson e cientistas anunciaram que a nova cepa de coronavírus identificada no país é até 70% mais transmissível do que as cepas existentes.

Rápidas

Segundo o portal UOL, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, teve “uma reunião acalorada” com conselheiros na última sexta-feira, no Salão Oval da Casa Branca, quando, entre gritos eufóricos, assessores “voltaram a sugerir que ele usasse a lei marcial para reverter o resultado da eleição presidencial”.

“Parabéns aos ministros do STF pela decisão. Continuo defendendo que o Congresso deveria trabalhar no mês de janeiro e organizar uma pauta com o governo. A pandemia e a situação econômica do país exige um esforço maior de todos nós”. Do presidente da Câmara Rodrigo Maia, após ministros do STF anunciarem que não irão tirar férias no início do ano que vem.

Eduardo Paes, prefeito eleito no RJ, e João Doria, governador de SP, assinaram termo de cooperação com Butantã para aquisição da vacina contra covid-19. Paes promete para o dia 28 um novo plano para enfrentamento da doença para a capital carioca.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.