BUSCAR
BUSCAR
Música
Conexão SP-RN
Morando em Natal há dois anos, o paulista Thiago Oliveira se prepara para lançar o single “Dia de festa no morro” nesta sexta-feira 9. A música traz uma mistura de samba e lo-fi com letras autorais nostálgicas
Nathallya Macedo
05/10/2020 | 07:30

Impulsionado pela vontade de seguir uma carreira artística, Thiago Oliveira deixou a cidade de Bauru, no interior de São Paulo, para buscar uma nova jornada em Natal. Em 2018, ele aterrissou na capital potiguar para estudar produção cultural no IFRN. “Precisava de novos ares. Já estava trabalhando com música, vi que o curso era oferecido aqui e decidi encarar esse desafio”, contou.  

Thiago é baixista e participou de algumas bandas, mas teve um problema na mão e precisou parar de tocar. “Foi quando alguns amigos me incentivaram a cantar. Eu tinha algumas composições prontas, mas não levava a sério”. Em 2019, lançou duas músicas autorais com referências oriundas da MPB e do rock. “Escuto desde Racionais MC’s até Black Sabbath”. 

Ainda no ano passado, escolheu “Apenas um Oliveira” como nome artístico para homenagear a família e, ao mesmo tempo, relembrar que é uma pessoa de origem simples. “Quero evidenciar minha ancestralidade e meu posicionamento como homem negro. Também anseio mostrar ao mundo que carrego minha família viva comigo. Essas raízes influenciam e fazem parte da arte que construo”, afirmou.  

O novo single do músico, intitulado “Dia de festa no morro”, comunica com leveza a saudade dos churrascos ao lado dos amigos. “Hoje moro na Cidade Alta, reduto da boemia. Sempre marcava presença nos bares do Beco da Lama, respirando as manifestações artísticas incríveis da cidade. Nos dias de isolamento social, me peguei revisitando essas memórias e assim nasceu a composição, com a pegada do samba, lo-fi e R&B”.  

“Dia de festa no morro” prepara o terreno para o primeiro álbum de Thiago. “Já estou no processo criativo e pretendo lançar o disco em 2021. Vai se chamar ‘Bilhete aos que chegarem’ e terá muita inspiração do reggae e do hip hop. As letras serão intensas e demonstrarão a forma como eu enxergo a sociedade, além de realçar a maneira que as vivências pessoais me afetam diariamente”, revelou.  

Experiência

A mudança drástica do Sudeste para o Nordeste proporcionou uma outra visão ao artista. “Lá em Bauru, ainda temos uma cena forte de cover. Quando cheguei aqui e me deparei com a galera produzindo música original, me emocionei. Vejo a vontade de contribuir para uma identidade local rica e acredito que isso é algo essencial para a qualidade do som e para a bagagem cultural de todos. Costumo dizer que quem me conheceu antes, não me conhece mais. Natal teve o poder de me modificar e agora estou em constante evolução”.  

Perspectiva

Aos 18 anos, Thiago caminhou quilômetros para chegar ao local onde faria o vestibular. “Fiquei com vergonha por estar suado. Senti que não pertencia àquele mundo e por isso nem cheguei a fazer as provas. Então consegui um emprego de vendedor e passei muito tempo fugindo dos meus sonhos. Mas os dias me levaram de volta ao universo da música e, aos 30, tive coragem de fazer o Enem e cheguei até aqui. Geralmente, moleque de periferia não tem opção. Mas fico feliz em ver que a realidade está mudando e que estamos ocupando os lugares que merecemos”. 

Thiago Oliveira. Foto: Reprodução
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.