BUSCAR
BUSCAR
Concurso

“Não temos uma nova data”, afirma ministra sobre o adiamento do CNU

Após solicitação de autoridades do RS, governo adia provas do CNU
Redação
03/05/2024 | 15:06

Governo federal decidiu por adiar as provas do Concurso Nacional Unificado, marcadas para este domingo 5 em todo o país, após as fortes chuvas atingirem o estado do Rio Grande do Sul.

O “Enem dos Concursos”, como é mais conhecido, estava marcado para acontecer neste fim de semana no Brasil, mas as autoridades do Rio Grande do Sul solicitaram o adiamento em virtude da situação de calamidade pública devido as chuvas que o estado está passando nos últimos dias.

Ministra Esther Dweck confirma adiamento do CNU e diz que: “não temos uma nova data"
Ministra Esther Dweck confirma adiamento do CNU e diz que: “não temos uma nova data" Foto: Reprodução

A ministra da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos do Brasil, Esther Dweck, cuja pasta está à frente na organização do concurso, chegou a consultar o advogado-geral da União, Jorge Messias, sobre as providências jurídicas que podem ser tomadas sobre o caso.

Na noite da última quinta-feira 2, o ministério havia divulgado uma nota afirmando que as provas estavam mantidas para o domingo 5.

Durante uma coletiva de imprensa dos ministros Paulo Pimenta (Secom) e Esther Dweck (Gestão e Inovação), na tarde desta sexta-feira 3, a ministra Esther Dweck confirmou o adiamento do concurso e disse que ainda não há uma nova data para que o certame seja aplicado.

Captura de tela 2024 05 03 160817
Ministros falam sobre a decisão de adiar o Concurso Nacional Unificado (CNU).

“Não temos uma nova data. Nas próximas semanas podemos divulgar a nova data, mas, nesse momento, toda a questão logística envolvida na prova não nos permite dar uma nova data com segurança”, afirmou.

“Essa decisão de adiamento do concurso busca garantir a integridade dos participantes, preservando a vida das pessoas e conferindo segurança jurídica ao concurso”, completou.

A decisão foi tomada após uma análise coletiva e o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), “nos alertou dos riscos de realizar as provas no estado”.

Ao todo, mais de 2,1 milhões candidatos inscritos no CNU fariam a prova em 228 municípios do Brasil. Desses, 80.348 são do RS, o oitavo estado com mais números de inscritos.

O Rio Grande do Norte tem 52.072 candidatos inscritos que realizariam as provas em quatro cidades: Natal, Parnamirim, Mossoró e Caicó. Os candidatos serão distribuídos em 93 locais de prova, totalizando 1.503 salas em todo o estado.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Caixa paga Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 9
Com adicionais, valor médio do benefício está em R$ 682,32
29/05/2024 às 10:01
Lewandowski autoriza acionamento de câmeras corporais pelos próprios policiais
A normativa estabelece as condições para uso das câmeras, fixando quais situações exigiriam o uso
29/05/2024 às 08:34
Programa dará apoio psicológico a profissionais da segurança
Assistência começa por Rio Grande do Norte, Sergipe Minas e DF
28/05/2024 às 17:07
Programa Brasil Digital vai aumentar alcance da TV com mais definição
Portaria estabelece regras para ampliar oferta em 250 municípios
28/05/2024 às 16:47
Morre pai do ministro Alexandre de Moraes
Velório será na capital paulista e restrito à família
28/05/2024 às 16:35
Comissão do Senado aprova prorrogação do Plano Nacional de Educação
Ele vai vigorar até dezembro de 2025
28/05/2024 às 15:52
Lula: com qualidade, escola pública atrairá estudantes de classe média
Presidente participou da apresentação de dados sobre alfabetização
28/05/2024 às 15:51
Ministério lança diretrizes para uso de câmera corporal para policial
Medida busca transparência das ações de segurança pública
28/05/2024 às 15:40
Brasil recupera desempenho de alfabetização do período pré-pandêmico
Resultados do Criança Alfabetizada foram apresentados nesta terça
28/05/2024 às 13:23
Menstruação segura ainda é desafio no Brasil, indica Unicef
Dia Internacional da Dignidade Menstrual é celebrado nesta terça-feira
28/05/2024 às 10:14
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.