BUSCAR
BUSCAR
'Reconquista'
Com mais de 130 agentes, Polícia Civil deflagra operação em João Câmara
Foram cumpridos 15 mandados de busca e apreensão em residências de pessoas suspeitas de cometer crimes na cidade, distante 73km da capital Natal; mandados não contemplavam prisões
Redação
08/05/2017 | 09:46

Nas primeiras horas desta segunda-feira 08, a Polícia Civil de João Câmara, com apoio da Polícia Militar deflagrou, na cidade de João Câmara, a Operação Reconquista com o intuito de coibir a ocorrência de crimes, como o tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Foram cumpridos 15 mandados de busca e apreensão, principalmente no bairro CEAC. A Operação contou com o trabalho de 150 homens da Polícia Civil e da Polícia Militar.

“Diante das nossas solicitações para montarmos uma ação conjunta e coibir os atos criminosos que estavam acontecendo na cidade, a secretária de Segurança, Sheila Freitas, atendeu o nosso pedido. Em um breve espaço de tempo, já demos uma resposta à sociedade de que não vamos compactuar com a ação de criminosos”, afirmou o delegado-geral, Correia Júnior.

Também participaram da ação, policiais civis da Diretoria de Polícia Civil do Interior (DPCIN), da Diretoria de Polícia Civil da Grande Natal (DPGRAN), da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) e policiais militares do Batalhão do Choque e do Grupo Tático Operacional (GTO) de João Câmara.

“Estamos apoiando as investigações que estão sendo feitas pela Polícia Civil de João Câmara. Já sabemos quem são muitos dos suspeitos, os quais estão envolvidos com ações criminosas na cidade e vamos efetuar as necessárias prisões”, destacou o diretor da DPCIN, delegado Lenivaldo Pimentel.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.