BUSCAR
BUSCAR
Alta
Com Covid-19, Trump diz que deixa hospital às 19h30 desta segunda
Equipe médica presidencial anunciou que fará uma entrevista coletiva nesta tarde para atualizar sobre o estado de saúde do presidente americano
Redação
05/10/2020 | 16:10

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que sairá do hospital ainda nesta segunda-feira 5, às 18h30 no horário local (19h30 no horário de Brasília). 

“Sentindo-me realmente bem! Não sintam medo da Covid. Não deixem que ela domine as suas vidas”, escreveu ele no Twitter. “Nós desenvolvemos, sob a administração Trump, alguns remédios e conhecimentos realmente grandiosos. Sinto-me melhor do que há 20 anos!”.

A equipe médica presidencial anunciou que fará uma entrevista coletiva nesta tarde para atualizar sobre o estado de saúde de Trump.

Trump está internado no centro médico militar Walter Reed desde sexta 2, mesmo dia em que anunciou ter contraído a Covid-19. Desde então, informações desencontradas puseram em dúvida o real estado de saúde do presidente.

No sábado 3, o médico Sean Conley negou que Trump tivesse precisado de oxigênio suplementar, e que ele sentia apenas febre, tosse e fadiga. No dia seguinte, porém, ele admitiu que Trump precisou de oxigenoterapia na quinta e sexta-feira após queda na saturação, como havia adiantado a imprensa internacional.

O coquetel de medicamentos administrados ao chefe de Estado também foram motivo de especulação. Trump recebeu doses de Remdesivir e dexametasona, fármacos com eficácia comprovada contra casos graves da infecção pelo coronavírus.

Na tarde de domingo 4, o presidente deixou brevemente o hospital para sair em uma carreata para cumprimentar apoiadores que o esperavam do lado de fora. A atitude foi criticada por especialistas, que disseram que ele pôs a vida dos agentes que o acompanharam em risco por “teatro político”.

“Cada pessoa no veículo durante aquele passeio presidencial completamente desnecessário agora precisa ficar em quarentena por 14 dias. Elas podem ficar doentes. Elas podem morrer. Por teatro político. Comandadas por Trump a colocarem suas vidas em risco por teatro. Isso é insanidade”, tweetou o médico James Phillips, que trabalha no centro Walter Reed.

A Casa Branca afirmou que a equipe tomou “precauções apropriadas” e que a equipe médica autorizou o passeio. 

*As informações são da CNN Brasil

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.