BUSCAR
BUSCAR
Família real
Com a morte de Philip, a rainha Elizabeth abdicará do trono? Descubra!
Rainha completará 95 anos no próximo dia 21. Ela e Philip se casaram em 1947. Juntos, tiveram quatro filhos, Charles, Anne, Andrew e Edward
Metrópoles
13/04/2021 | 18:27

Com a morte do príncipe Philip aos 99 anos na última sexta-feira, 9, os súditos se perguntaram se a mulher do duque de Edimburgo, a rainha Elizabeth II, abdicaria do trono. A resposta para a dúvida é não, conforme garantiu um ex-assessor sênior do Palácio de Buckingham à revista People nesta terça-feira, 13. De acordo com a fonte, a soberana britânica continuará o trabalho com a monarquia “mantendo a calma e seguindo em frente”.

Prestes a completar 95 anos no próximo dia 21, Elizabeth II dará prosseguimento como líder da Coroa britânica. A imprensa internacional revelou que a monarca será acompanhada de membros da realeza em futuros compromissos oficiais. “Sua família se apresentará e estará ao seu lado. A rainha entende que tem um trabalho a fazer e [Philip] gostaria que ela explodisse. Ela o fez quando ele se aposentou da vida pública”, disse o ex-assessor.

Em conversa com a People, outra fonte anônima próxima da realeza ressalta que Elizabeth II não se afastará do trono, apesar de especulações sobre a soberana se aposentar dos deveres reais ainda este ano: “A rainha nunca abdicará por causa do dever e da honra, e o serviço público está tão profundo nela, como era para ele [Philip]”. Antes da morte do duque de Edimburgo, boatos circulavam na imprensa a respeito do fim do reinado da monarca.

Fuxico

A rainha Elizabeth II assumiu o trono em 1952 e foi coroada um ano depois. Há quase sete décadas como líder da coroa, havia comentários de que ela pretendia se aposentar em 2021 e ceder o posto ao primogênito, o príncipe Charles.

Quem contou a notícia foi o especialista em família real Robert Jobson, em entrevista ao programa The Royal Beat, em novembro. De acordo com as informações do escritor, a soberana deverá passar os comandos da monarquia ao herdeiro após o seu aniversário.

Com a morte de Philip, os planos da soberana são desconhecidos. Se o desejo do duque de Edimburgo era que a mulher permanecesse como chefe da monarquia, possivelmente Elizabeth II acatará a vontade do marido, com quem se casou em 1947. Juntos, eles tiveram quatro filhos, Charles, Anne, Andrew e Edward. O funeral do príncipe está previsto para sábado, 17, com início para às 15h (fuso horário local) e 11h em Brasília.

Trabalho

Segundo informações do Evening Standard, a rainha voltará ao trabalho quatro dias após o funeral de Philip, no dia seguinte ao seu aniversário de 95 anos. Por conta da recente perda do marido, não se sabe também se Elizabeth celebrará a nova idade como de costume. Para o jornal, a soberana está determinada a continuar com os deveres reais a fim de preencher o vazio deixado pela partida do duque de Edimburgo.

Apesar de ter reduzido drasticamente os compromissos oficiais no ano passado em razão da pandemia, Elizabeth II passou a ser acompanhada pelos parentes em eventos recentes. Em outubro, o príncipe William esteve com a avó em uma visita a um laboratório.

Nos futuros passeios, a rainha deverá aparecer ao lado de Charles e da mulher, Camilla Parker Bowles; dos duques de Cambridge, William e Kate Middleton; os condes de Wessex, Edward e Sophie Rhys-Jones; além da princesa Anne.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.