BUSCAR
BUSCAR
Coluna
Ciro Nogueira pressiona: fusão entre DEM e PSL pode não sair
Confira as últimas da política no Agora RN desta terça-feira 21
Redação
21/09/2021 | 08:04

O Palácio do Planalto entrou em campo para abortar o bem adiantado processo de fusão entre o DEM e o PSL. E o presidente Jair Bolsonaro já escalou o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, para a tarefa. O líder do Centrão tem tido conversas reservadas com Luciano Bivar e Antônio Rueda, respectivamente presidente e vice-presidente do PSL.

Segundo informações de Lauro Jardim, sem alarde, Ciro Nogueira tem trabalhado com armas tradicionais do Centrão para os líderes do PSL reconsiderem uma decisão praticamente tomada com o DEM do ex-prefeito de Salvador, ACM Neto. As negociações entre os diretórios nacionais de DEM e PSL ocorrem há, aproximadamente, dois meses. Mas o acordo ainda esbarra em divergências estaduais. DEM e PSL abrigam hoje três pré-candidatos ao Palácio do Planalto: o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) e o apresentador José Luiz Datena (PSL), da TV Bandeirantes.

Nesta terça-feira 21, as cúpulas partidárias vão se reunir para dar início a negociações e articulações internas em busca de uma convergência. Os que acompanham essas articulações garantem que o assunto está pacificado entre os caciques do PSL e DEM, mas admitem que há “microproblemas” que precisam ser solucionados. O principal deles é a definição dos comandos das centenas de diretórios municipais e estaduais pelos Estados.

E o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP/AL), já transpareceu um certo desconforto, em conversas privadas, com a possível nova legenda. Ele teme que o grupo político que possa surgir da fusão ameace seus planos de ser reeleito na mesa da Câmara. Ainda nas planilhas com eventuais cenários, DEM-PSL contam com a filiação de parlamentares que hoje estão em partidos como MDB, PP e PSD.

Fusão DEM/PSL
No Rio Grande do Norte, a fusão DEM/PSL é aguardada pelo ex-senador José Agripino Maia e o presidente da Câmara, Paulinho Freire, que vai sair do PDT e levar vários vereadores para a nova sigla. Por outro lado, a deputada federal Carla Dickson vai deixar o PROS e espera ficar com o comando local.

Decano agripinista
O fiel agripinista, deputado estadual Getúlio Rego aguarda em silêncio as articulações de uma nominata com vários vereadores de Natal.
Em 2018, Getúlio teve pouco mais de 33 mil votos. Agora, com a perda da Prefeitura de Pau dos Ferros, ele anda ampliando bases no Oeste. O decano sabe que os vereadores de Natal podem ajudar sua reeleição na nominata.

Big Data
O ministro Rogério Marinho se empolgou com os números da última pesquisa Big Data para o Senado. Prefeitos e lideranças do interior estão mobilizando estratégias para reforçar o caldo. O presidente da Femurn, Babá Pereira, e o ex-vice-governador Fábio Dantas, hoje secretário geral da Femurn, estão nas articulações.

Solidariedade
A ala do Solidariedade que hoje segue o prefeito de Mossoró, Alysson Bezerra toma apoiar à reeleição da governadora Fátima Bezerra (PT). O presidente da Câmara, Lawrence Amorim, que pode ser deputado federal ou suplente de senador, engrossa o caldo com Alysson. Até o ex-prefeito Breno Queiroga, que concorreu ao Governo em 2018, agora simpatiza com essa possibilidade.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.