BUSCAR
BUSCAR
Crise mundial
Casos globais de Covid-19 aumentam pela sétima semana consecutiva, diz OMS
Já são quatro semanas de aumento de mortes em todo o mundo, segundo Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da entidade
CNN Brasil
12/04/2021 | 15:51

Já são sete semanas consecutivas de aumento de casos globais da Covid-19 e quatro semanas de aumento de mortes pela doença em todo o mundo, alertou nesta segunda-feira (12) o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) , Tedros Adhanom Ghebreyesus, durante uma coletiva de imprensa em Genebra, na Suíça.

“Em janeiro e fevereiro, o mundo viu seis semanas consecutivas de declínio de casos”, disse Tedros. “Já vimos sete semanas consecutivas de aumento de casos e quatro semanas de aumento de mortes. A semana passada foi o quarto maior número de casos em uma única semana até agora. ”

Vários países da Ásia e do Oriente Médio viram grandes aumentos de casos, segundo ele. Os aumentos ocorrem apesar de mais de 780 milhões de doses de vacina serem administradas globalmente, disse ele, elaborando que as vacinas são uma ferramenta vital e poderosa, mas não uma única.

Ele enfatizou que como medidas de saúde pública – uso de máscara, distanciamento físico, e higienização das mãos, vigilância, testes, rastreamento e isolamento – funcionam para impedir e salvar vidas.

“A confusão, a complacência e a inconsistência nas medidas de saúde pública e sua aplicação estão impulsionando a transmissão e custando vidas”, disse Tedros. “É necessária uma abordagem consistente, coordenada e alargada.”

Vacinação contra Covid-19 no Brasil

O Brasil é o quinto país sem classificação global de doses da vacina contra a Covid-19 já aplicada – são 30.447.033 de doses aplicadas. Em primeiro lugar, estão os Estados Unidos, com 187.047.131.

Nesta segunda-feira 12, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) , afirmou ter exposto a “situação dramática do Brasil” em conversa com o secretário-geral da ONU, António Guterres. Ele pediu a prioridade para o Brasil na entrega dos imunizantes do consórcio Covax Facility.

“Reforcei o pedido de ajuda à ONU para o país se tornar prioridade do consórcio internacional Covax Facility para antecipação da entrega das vacinas”, escreveu Pacheco no Twitter.

Doses a cada 100 habitantes

Quando o número de doses da vacina contra o Covid-19 é analisado a partir do número populacional, o Brasil ocupa o 56º lugar no ranking global, com 14,37 doses a cada 100 habitantes. Entre os países do G20, o Reino Unido fica em primeiro lugar – são 58,32 doses a cada 100 habitantes – e o Brasil em 9º.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.