BUSCAR
BUSCAR
Conheça sinais
Caso Andressa e Gusttavo: é possível uma relação acabar do nada?
De acordo com psicólogo, é possível identificar quando o fim de um relacionamento está próximo
Redação
17/10/2020 | 08:07

Na última semana, o término de Gusttavo Lima e Andressa Suita deu o que falar nas redes sociais. Ao que tudo indica, o fim da relação pegou não só os fãs do cantor desprevenidos como a própria Andressa, que teria sido acordada de madrugada em sua mansão faraônica com a notícia de que seu casamento havia acabado.

Mas será que é possível um relacionamento acabar do nada? Não é o que diz o psicólogo Yuri Busin, Diretor do Centro de Atenção à Saúde Mental – Equilíbrio.

“Assim como não se constrói uma relação do nada, ela também não acaba do nada. O que muitas vezes acontece é que existe uma defesa de uma das partes, ignorando os processos externos e internos e acreditando que está tudo bem ”, explica Busin.

“Em um casamento, as coisas são muito mais complexas e o amor não é desconstruído em uma noite”.

Para o psicólogo, existem alguns sinais que podem determinar que um relacionamento está próximo do fim, como ignorar pedidos do parceiro, fugir de processo ou repetir como brigas. “Muitos casais ficam só na agressividade, quando na verdade a DR serve como um alinhamento, um ambiente em que ambos conseguem construir soluções e não atacar um ao outro”, explica o psicólogo.

“A chave do relacionamento é sempre o diálogo: ouvir o outro, tentar entender o próximo e colocar a si mesmo na relação. Se ambos pretendem construir uma vida em conjunto, precisa que aprender a atingir até certo ponto e entender a cada um.”

*As informações são do R7

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.