BUSCAR
BUSCAR
Sucesso
Campeão brasileiro, técnico do Corinthians destaca força do futebol feminino
Arthur Elias explicou a importância do bom futebol para o fomento da modalidade. Apesar da liderança absoluta do Corinthians na fase de grupos, o nível do Brasileiro deste ano foi ainda mais acirrado
Estadão
07/12/2020 | 19:40

Com uma vitória por 4 a 2 sobre o Avaí/Kindermann-SC, no domingo, na Neo Química Arena, em São Paulo, o Corinthians faturou pela segunda vez em sua história o título do Brasileiro Feminino. Em sua quarta final consecutiva na competição nacional, o técnico Arthur Elias, contratado em 2016, fez história no comando do time alvinegro.

Assim como em 2019, por enquanto tem apenas uma derrota nesta temporada. E o título veio com a melhor campanha da história do Brasileiro Feminino desde que ele existe neste formato, em 2013: aproveitamento de 88% com 18 vitórias, dois empates e uma derrota – 57 gols marcados e apenas 10 sofridos. Até então, a melhor campanha havia sido a do Santos em 2017, campeão justamente em cima das corintianas, com 83,3% de aproveitamento.

Arthur Elias explicou a importância do bom futebol para o fomento da modalidade. Apesar da liderança absoluta do Corinthians na fase de grupos, o nível do Brasileiro deste ano foi ainda mais acirrado. Não foi à toa que o Avaí/Kindermann se classificou em sexto lugar na etapa inicial. Para o técnico, é através do talento nos pés que o futebol feminino será capaz de atrair cada vez mais olhares.

“Eu acho que essa invencibilidade é muito importante para as atletas, já que elas merecem muito isso por toda a história de vida delas. Mas ela é mais importante ainda para o público. É uma forma de tirar essa cultura machista, de entender o espaço da mulher no futebol. É atrair cada vez mais homens e crianças para assistirem o futebol feminino. É ir em busca dessa nova geração que estão tendo a oportunidade de ver as mulheres jogando e jogando um belo futebol. Então é assim que a gente vai ganhando espaço, trabalhando com mais reconhecimento”, explicou.

O treinador apresenta um projeto sólido e de boa sequência. Em 2019, a equipe paulista foi responsável por uma campanha impecável. Das 21 partidas ao longo da competição, o Corinthians venceu 18 duelos, empatou dois e perdeu apenas um. Esta mesma invencibilidade pode ser vista na atual temporada ao registrar exatamente os mesmos números de vitórias, empates e derrotas. Independente do título, o técnico se mostrou muito contente com a campanha da equipe em 2020.

“A gente tem chegado sempre e não vamos ganhar todas as vezes. No ano passado, foi algo pontual de uma partida de mata-mata. Nós não conseguimos fazer o gol e perdemos nos pênaltis, mas fizemos um ano fantástico. Se fossem pontos corridos, teríamos sido campeãs. É uma questão do sistema. Passamos dois mata-matas e, na final, a Ferroviária teve seus méritos. A gente sabe que são as circunstâncias. O que fica pra mim do ano passado é algo tão bom como o quanto fizemos este ano. E isso é algo muito difícil de ser realizado. Mesmo que todo mundo fale que temos uma grande estrutura e um bom elenco, pra fazer isso no futebol não é nada fácil”, disse.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.