BUSCAR
BUSCAR
Solidariedade
Campanha natalina do Governo e da Assurn distribui 47 toneladas de alimentos no RN
Doações foram destinadas prioritariamente a instituições que fornecem alimentos prontos à população de rua, idosos e pessoas em situação de vulnerabilidade
Redação
27/12/2020 | 07:31

A campanha “RN Chega Junto – Solidariedade Natalina”, promovida pelo Governo do RN e Associação de Supermercados do RN (Assurn), arrecadou e distribuiu 47 toneladas de alimentos a 110 entidades de 33 municípios do RN. As doações foram destinadas prioritariamente a instituições que fornecem alimentos prontos à população de rua, idosos e pessoas em situação de vulnerabilidade em geral.
 
A estimativa é para uma produção de pelo menos 100 mil refeições. A ação de coleta de donativos começou no dia 17 de novembro e encerrou no último dia 20, em 148 supermercados do estado. As entregas se iniciaram no dia 22 e seguem até o fim do ano.

Em pouco mais de 30 dias de campanha foram arrecadadas 11 toneladas nas lojas associadas à Assurn, sendo três em Natal e oito nos demais municípios do Estado. A Solar Coca-Cola, única fabricante do Sistema Coca-Cola em todo o Nordeste, doou 24 toneladas de alimentos. Já o Governo do RN, que prometeu doar a mesma tonelagem de alimentos arrecadados nos supermercados, doou 12 toneladas, totalizando assim 47 mil quilos de alimentos do programa.
 
“É muito importante seguir com ações como essa para combater os impactos da covid-19 que ainda é uma realidade grave. Seguimos também cuidando dos nossos colaboradores, mas é missão da Solar olhar para o outro, contribuir com aquilo que for mais relevante nos estados e municípios em que atuamos“, destaca Geancarlos Brito, diretor regional da Solar Coca-Cola.

Também participaram da campanha a Meira Supermercado, em Jardim do Seridó, que arrecadou 2,4 mil kg, e destinou à instituição Vicentinos, da Paróquia Nossa Senhora da Conceição. O Supermercado Venâncio, de Currais Novos, também arrecadou 2,4 mil kg e está destinando à Casa de Idosos Nossa Senhora do Carmo. O Governo do RN dobrou todas as doações indicadas pelos supermercados do interior


Solidariedade Natalina

O “RN Chega Junto – Solidariedade Natalina” foi mais uma parceria do Governo do Estado e a Assurn, que nos meses de abril a julho deste ano já tinha arrecadado 53 toneladas de alimentos, destinados a famílias em situação de vulnerabilidade social, agravada pela pandemia do coronavírus.

“Desde que a pandemia começou, a Assurn tem reforçado a sua responsabilidade social e contribuído de várias formas para tentar minimizar o impacto da pandemia na vida dos potiguares. E participar de mais essa ação em parceria com o Governo do RN é uma honra à nossa associação. Também agradecemos aos nossos associados que se empenharam na campanha e nos colocamos à disposição para mais ações como essa”, ressalta Gilvan Mikelyson Gois, presidente da Assurn.
 
A ação natalina, coordenada pela Defesa Civil do Governo, Secretaria de Assistência Social (Sethas) e Controladoria Geral do Estado, mobilizou servidores e veículos de diversos órgãos do Governo, como Gabinete Civil, Governo Cidadão, Idema, DER, Secretaria de Agricultura, Emater, Igarn, Seplan, Escola de Governo, além de contar com grande apoio de voluntários da Cruz Vermelha e de agentes do Comunitários contra Covid.

“Ficamos muito felizes com o apoio de empresas e dos cidadãos, no nosso objetivo de atender a quem mais precisa neste momento delicado que vivemos. A pandemia afetou a todos, de fato, mas especialmente aqueles em vulnerabilidade social. Por isso, esperamos proporcionar um Natal mais solidário e mais justo com essas ações”, diz Pedro Lopes, Controlador Geral do Governo do Rio Grande do Norte e um dos coordenadores da campanha natalina.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.