BUSCAR
BUSCAR
História

CMN homenageia povo preto na conquista da abolição da escravatura

Foram homenageadas 20 pessoas e grupos de religiões de matriz africana e ameríndia, e com atuação na área da saúde, educação, segurança pública e cultura
Redação
15/05/2024 | 07:59

Em alusão ao 13 de maio de 1888, data documental da abolição da escravatura no Brasil, a Câmara Municipal de Natal realizou, nesta terça-feira 14, uma sessão solene em homenagem ao protagonismo do povo preto nessa conquista, bem como pelos direitos e espaços que ainda lhe são negados até hoje, 136 anos depois da Lei Áurea. 

Foram homenageadas 20 pessoas e grupos de religiões de matriz africana e ameríndia, e com atuação na área da saúde, educação, segurança pública e cultura.  A propositora da sessão solene, vereadora Brisa Bracchi, explicou que homenagear personagens de destaque do povo preto é trazer o protagonismo para aqueles que realmente conquistaram a liberdade para os ancestrais escravizados. 

cmn
Sessão solene em homenagem ao protagonismo do povo preto foi nesta terça. Foto: Verônica Macedo/CMN

“Precisamos reescrever a história que nos foi contada, pois a abolição não foi dada pela princesa, mas sim conquistada por pretos e pretas”, afirmou a parlamentar. No que foi ratificada pela coordenadora da igualdade racial da Secretaria de Estado das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos (SEMJIDH), Giselma Omilé, que acrescentou ainda que até os dias atuais o povo preto segue lutando por direitos básicos, que lhe são negados desde o dia 14 de maio de 1888.

Entre os homenageados, os líderes religiosos Ogan João de Oxalá (candomblecista) e Pai Freitas (juremeiro) ressaltaram que a ocupação de espaços como o da sessão solene na Câmara Municipal é sempre importante contra o racismo religioso, que tem crescido nos últimos anos.

Já para outro homenageado, Renato Santos, doutorando no Instituto de Políticas Públicas da UFRN, a sessão solene em alusão ao 13 de maio e em homenagem à luta do povo negro é importante para afirmar a existência da população preta em Natal e no Rio Grande do Norte, que sofreu a tentativa de apagamento. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Midway Mall amplia número de estações de carregamento gratuitas para carros elétricos e híbridos
Shopping passa a oferecer 10 estações de carregamento e irá, nos próximos meses, ampliar para 22
22/05/2024 às 16:25
Natal ganha aplicativo voltado para mobilidade das pessoas com deficiência visual
App permite acessar conteúdos sobre o sistema de transporte público, recebendo informações em tempo real
22/05/2024 às 15:52
Semurb realiza demolição de ocupação irregular em canteiro no bairro de Nazaré
Ocupação em alvenaria abrigava uma atividade comercial de venda de água de coco
22/05/2024 às 14:26
Natal sedia fórum de microfinanças e do turismo nesta quinta-feira
Evento contará com a presença da governadora Fátima Bezerra e o presidente da ABDE
22/05/2024 às 12:42
DPERN realiza mutirão de atendimentos para pessoas idosas na próxima sexta
Ação, de iniciativa do NUPID, oferecerá serviços no bairro de Lagoa Azul
22/05/2024 às 11:40
CBTU Natal anuncia construção de quatro novas estações
Orçamento liberado para obra é de 8 milhões de reais
22/05/2024 às 11:31
Semana da Mata Atlântica terá atividades ecológicas no Parque das Dunas
O evento acontece de 23 a 27 de maio, com o intuito de sensibilizar e informar a população sobre um dos biomas mais ameaçados do mundo
22/05/2024 às 10:15
Prefeitura do Natal celebra 2 anos do programa Banco de Alimentos
Ação de segurança alimentar beneficia 6.000 pessoas por mês e já distribuiu mais de 90 toneladas de alimentos
22/05/2024 às 07:43
Natal recebe o maior congresso de energia solar do Brasil; veja a programação
Evento acontece no Praiamar Natal Hotel & Convention, em Ponta Negra. As inscrições estão abertas no site cbens.org.br.
21/05/2024 às 18:08
Encontro em Natal discute políticas sociais para profissionais do sexo
Evento da Anprosex, apoiado pela Fatal Model, reuniu associações de oito capitais entre 15 e 17 de maio
21/05/2024 às 16:09
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.