BUSCAR
BUSCAR
Saúde

Brasil ultrapassa 2.400 mortes por dengue e mais de 4,5 milhões de casos prováveis

Desde 2000, estes são os números mais elevados da doença notificados pela Saúde
Redação
10/05/2024 | 18:45

O Brasil já tem 2.451 mortes confirmadas por dengue em 2024 e um total de 4.603.825 casos prováveis de dengue, conforme relatório atualizado pelo Painel de Monitoramento de Arboviroses do Ministério da Saúde nesta sexta-feira 10.

Em relação aos casos confirmados, já são 2.842.204.

Brasil ultrapassa 6 milhões de casos prováveis de dengue. Foto: Reprodução.
Casos de dengue criaram uma "situação de emergência" nas Américas, embora os casos em áreas críticas da Argentina e do Brasil pareçam ter se estabilizado / Foto: reprodução

O estado com o maior número de casos prováveis é Minas Gerais, contabilizando 1.339.508 registros, e a unidade federativa com mais óbitos, é São Paulo, com 668 mortes. Nos últimos 24 anos, esses números representam os mais elevados já registrados pelo Ministério da Saúde.

De acordo com especialistas, os números de dengue podem aumentar nas próximas semanas no Rio Grande do Sul devido às enchentes que atingem o estado há quase duas semanas. A situação já contabiliza 141.213 casos prováveis e 128 mortes na região.

O quadro de dengue pode se intensificar após a água acumulada nas ruas das cidades baixar e se concentrar em determinadas áreas. O mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus, deposita seus ovos em água parada, que eclodem em condições de alta temperatura.

Entretanto, o infectologista consultado, Paulo Behar, destaca que, no momento, a preocupação com o possível aumento de casos de dengue é secundária. Ele sugere que a combinação entre as inundações e o clima ameno previsto para os próximos dias pode retardar a proliferação do mosquito.

Apesar dos números altos, os casos de dengue estão em queda em 21 estados e no Distrito Federal, de acordo com dados da pasta da Saúde.

A secretaria de Vigilância em Saúde e Ambiente, Ethel Maciel, vê uma redução significativa nos casos, ressaltando que 22 estados apresentam tendência de queda. Quatro estados —Ceará, Maranhão, Pará e Tocantins— mantêm estabilidade, enquanto apenas o Mato Grosso segue com tendência de alta.

Com informações da Folha de São Paulo

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Conselho de Medicina pede que Justiça suspenda venda geral de fenol
Pedido de liminar foi protocolado pelo Cremesp vem depois de morte de jovem que passou por peeling de fenol
23/06/2024 às 08:03
Com doses próximas do vencimento, Saúde amplia vacinação contra dengue
Crianças e adolescentes de 6 a 16 anos poderão ser imunizadas
22/06/2024 às 14:40
Associação de Ginecologistas do RN diz que PL do Aborto “criminaliza” mulheres vítimas
Segundo a Sogorn, o texto representa “retrocesso” ao que está previsto na lei, que permite o aborto em casos de estupro e anencefalia
22/06/2024 às 08:50
SUS terá primeiro medicamento para demência associada ao Parkinson
Rivastigmina é único remédio com registro no país para a condição
21/06/2024 às 21:45
Caminhada 5 vezes por semana pode tratar dor na lombar, diz estudo
Pesquisa publicada na The Lancet indicou que caminhada simples pode ajudar a tratar desconfortos que não têm origem conhecida
21/06/2024 às 19:58
Com a chegada do inverno, Saúde reforça vacinação contra a gripe no RN
Até o momento, mais de 685 mil de doses foram aplicadas no RN; em 2023, 48% do público-alvo foi vacinado no estado
21/06/2024 às 16:15
Associação de Ginecologia e Obstetrícia do RN se posiciona contra o PL do aborto
A associação emitiu uma nota sobre o projeto de lei que criminaliza o aborto
21/06/2024 às 11:32
UTI do hospital Maria Alice Fernandes corre risco de fechar por falta de médicos
Médicos não querem mais trabalhar na unidade por causa dos atrasos de pagamentos por parte do governo
21/06/2024 às 08:55
OMS volta a alertar para aumento de falsificações do Ozempic
Medicamento Ozempic é indicado para diabetes e é usado também para emagrecer
20/06/2024 às 16:33
Com início do inverno, Saúde reforça importância de doses contra gripe
Em maio, a pasta recomendou imunizar todas as pessoas acima de 6 anos
20/06/2024 às 15:20
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.