BUSCAR
BUSCAR
Tragédia

Brasil teve 175 assassinatos de transexuais em 2020

São Paulo, Ceará e Bahia foram os estados com maior número de vítimas
Agência Brasil
29/01/2021 | 14:21

Em 2020, foram assassinadas 175 pessoas transexuais no Brasil. O levantamento foi divulgado nesta sexta-feira (29) pela Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra). O número representa aumento de 29% em relação às 124 mortes registradas em 2019.ebcebc

O ano passado foi o segundo mais violento da década para transexuais, com um número de assassinatos menor apenas que os verificados em 2017, quando ocorreram 179 casos.

Brasil teve 175 assassinatos de transexuais em 2020
Aumento foi de 29% - Foto: Agência Brasil

A média é de um assassinato de transexual a cada 48 horas no Brasil.

Em números absolutos, São Paulo foi o estado com mais casos em 2020, com 29 mortes, seguido pelo Ceará, com 22 assassinatos, e a Bahia, com 19.

Os três estados foram também os que apresentam o maior número de mortes nos últimos quatro anos (de 2017 a 2020). Nesse período, foram registrados 641 assassinatos de transexuais, sendo 80 em São Paulo, 62 no Ceará e 59 na Bahia.

Negros e jovens

A maioria das pessoas transexuais mortas no ano passado no Brasil 2020 eram negras (78%). “Os índices médios se mantêm em uma faixa de 80% desde que iniciamos o levantamento”, enfatiza o relatório. Mais da metade das vítimas (56%) tinha entre 15 e 29 anos.

Os crimes registrados em 2020 ocorreram principalmente em espaços públicos (71%), e oito das vítimas eram pessoas em situação de rua. As profissionais do sexo também estão entre os mais expostos, totalizando 72% dos transexuais assassinadas ao longo do ano passado.

“É exatamente dentro desse cenário que se encontra a maioria esmagadora das vítimas, tendo sido empurradas para a prostituição compulsoriamente pela falta de oportunidades, encontrando-se em alta vulnerabilidade social e expostas aos maiores índices de violência, a toda a sorte de agressões físicas e psicológicas”, destaca o relatório.

O documento chama a atenção para a necessidade de políticas e ações que promovam a inclusão e proteção dos transexuais a partir de suas complexidades. “Os assassinatos de pessoas trans não nos revelam uma única explicação/resposta. É preciso analisar o transfeminicídio e a violência que ele admite contra pessoas trans sob um olhar transversal, que entenda a complexidade do contexto em que essas pessoas são colocadas e os processos que enfrentam devido à sua condição enquanto pessoas não cisgêneras”, ressalta o texto.

Segundo a Antra, é necessário naturalizar a diversidade na sociedade brasileira. “É preciso naturalizar as relações sociais com as histórias, vivências e corpos LGBTI+ [lésbicas, gays, bissexuais, transgênero ou trans, queer, intersexuais+] em todos os ambientes e espaços, institucionais ou não, de forma a romper com a subalternização desses indivíduos e para que as relações sociais, afetivas, românticas ou mesmo sexuais deixem de ser um tabu”, diz o relatório.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Ex-técnico da Seleção Brasileira e esposa ficam feridos após carro capotar na BR-116
Acidente ocorreeu em Campina Grande do Sul, Região Metropolitana de Curitiba
13/07/2024 às 17:21
Câmara aprova definição do projeto marco legal de hidrogênio verde
Medida deve colaborar para transição energética
13/07/2024 às 15:57
‘Maconha faz menos mal que álcool’ diz presidente do Senado
Pacheco também criticou a decisão do Supremo de descriminalizar o porte para uso pessoal
13/07/2024 às 15:35
Guajajara repudia fala de técnico do Palmeiras; Abel reconhece erro
Treinador fez declaração xenófoba após jogo contra Atlético Goianiense
13/07/2024 às 14:50
Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio acumulado em R$ 15 milhões
Sorteio será realizado a partir das 20h, em São Paulo
13/07/2024 às 13:00
CNJ pede explicações a juízas sobre decisões que negaram aborto legal
Magistradas são do Tribunal de Justiça de Goiás
12/07/2024 às 19:52
Técnica de enfermagem é condenada a 51 anos de prisão por tentar matar recém-nascidos
Vanessa Pedroso Cordeiro aplicou sedativos em 11 bebês de hospital no Rio Grande do Sul em 2009
12/07/2024 às 17:40
STF mantém prisão de cinco investigados no caso “Abin Paralela”
Operação foi deflagrada nesta quinta-feira
12/07/2024 às 16:59
Operadoras de jogos online deverão prevenir lavagem de dinheiro
Medida foi publicada nesta sexta no Diário Oficial
12/07/2024 às 13:25