BUSCAR
BUSCAR
Levantamento
Brasil tem recorde de desemprego de longa duração
São mais de 3,5 milhões de pessoas que buscam vagas de trabalho há mais de dois anos no país, de acordo com o IBGE
Metrópoles
04/06/2021 | 14:24

O desemprego de longa duração bateu recorde diante da crise econômica causada pela pandemia da Covid-19. São mais de 3,5 milhões de pessoas que buscam vagas de trabalho há mais de dois anos no país. Esse é o resultado mais alto já colhido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Quase um quarto dos desempregados do país está nesse patamar. Atualmente, há 14,8 milhões de pessoas sem um trabalho. No ano passado, havia 3 milhões de pessoas em busca de emprego a pelo menos dois anos.

Em números, isso significa que, durante a pandemia, o grupo que faz parte desse recorte teve acréscimo de 412 mil profissionais, o que representa uma alta de 13,4%.

Desemprego no mundo

De acordo com um relatório divulgado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), nessa quarta-feira 2, 220 milhões de pessoas permanecerão desempregadas em todo o mundo em 2021.

A expectativa é de que, no ano que vem, o mercado de trabalho apresente alguma melhora, mas em um ritmo ainda lento. A previsão é de que 205 milhões de pessoas ainda sigam desempregadas. Antes da pandemia, esse número era de 187 milhões.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.