BUSCAR
BUSCAR
Pandemia
Brasil tem novo recorde de média móvel de casos de Covid-19 desde o início da pandemia
Também houve o registro de 408 novos óbitos; o país, então, chegou a 186.773 mortes pela doença
Redação
20/12/2020 | 21:04

O Brasil registrou este domingo a maior média móvel de casos de Covid-19 desde o início da pandemia. Este índice foi de 47.909, 15% acima do que há 14 dias.

Neste domingo, foram notificadas 24.680 novas ocorrências de Covid-19, levando ao total de 7.237.350 desde o início da pandemia. Também houve o registro de 408 novos óbitos; o país, então, chegou a 186.773 mortes pela doença.

Os dados são do consórcio de veículos de imprensa, uma iniciativa formada por O GLOBO, Extra, G1, Folha de S.Paulo, UOL e O Estado de S. Paulo, que reúne informações divulgadas pelas secretarias estaduais de Saúde em um boletim divulgado às 20h. Os governos de Goiás e São Paulo não informaram seus dados. De acordo com a Secretaria de Saúde de São Paulo, houve falhas no sistema do Ministério de Saúde.

A média móvel de óbitos, também medida pelo levantamento, foi de 765, 27% maior do que a registrada 14 dias atrás.

A “média móvel de 7 dias” faz uma média entre o número de mortes do dia e dos seis anteriores. Ela é comparada com média de duas semanas atrás para indicar se há tendência de alta, estabilidade ou queda. O cálculo é um recurso estatístico para conseguir enxergar a tendência dos dados abafando o “ruído” causado pelos finais de semana, quando a notificação de mortes se reduz por escassez de funcionários em plantão.

Especialistas advertem que, considerando o atual cenário, o país poderá chegar a novos recordes de casos e óbitos no início de 2021, após o Natal e o réveillon, e por isso pedem para que autoridades instituam medidas rigorosas de distanciamento social.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.