BUSCAR
BUSCAR
“Brasil tem bastante dinheiro para a vacinação”, afirma Mourão
Vice-presidente lembra crédito do Governo Federal para compra de imunizantes e justificou o cancelamento do pedido de imunizantes da Pfizer Fonte: undefined - iG @ https://economia.ig.com.br/2021-01-25/brasil-tem-bastante-dinheiro-para-a-vacinacao-afirma-mourao.html
Brasil Econômica
25/01/2021 | 13:23

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão , garantiu, nesta segunda-feira 25, que o Brasil tem “dinheiro suficiente” para a compra de vacinas contra a Covid-19. Mourão lembrou a assinatura de uma Medida Provisória (MP) responsável pela abertura de crédito de R$ 20 bilhões para a aquisição de imunizantes.

A declaração foi dada após o Governo dispensar a compra de doses da farmacêutica Pfizer. Em entrevista, o vice de Bolsonaro afirmou que há atrasos na entrega das vacinas para a União Europeia e afirmou ter senso de urgência para a imunização no país.

“A Pfizer está com problemas, ela não está conseguindo entregar. A União Europeia, por exemplo, está com duas vacinas e não está conseguindo receber”, disse.

“Toda e qualquer vacina aprovada pela Anvisa será adquirida. Nós temos bastante dinheiro para isso. Vamos lembrar que foi aberto um crédito de R$ 20 bilhões para essa questão da vacinação. Na minha avaliação, é mais que suficiente”, completou Mourão.

O Palácio do Planalto tem a expectativa da aprovação da vacina russa Sputinik V, que foi reprovada pela Anvisa para uso emergencial no primeiro momento, mas pode ser autorizada nas próximas semanas.

“A solução para o Brasil é manter os contratos que foram feitos, tanto o da AstraZeneca quanto o da Coronavac. E temos alguma outra que pode aparecer. Temos essa da Rússia que está aguardando para ser avaliada pela Anvisa”, ressaltou o vice-presidente.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.