BUSCAR
BUSCAR
Saúde
Bolsonaro passa quarta noite no hospital e pode receber alta neste domingo
Estadão
18/07/2021 | 09:09

Após passar sua quarta noite internado no hospital, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pode receber alta neste domingo, 18, informou o médico-cirurgião Antonio Luiz Macedo, que acompanha o chefe do Executivo desde 2018, quando ele foi vítima de um ataque a faca.

“O sistema digestivo de Bolsonaro está funcionando, já há passagem de alimentos, e está sem obstruções”, disse Macedo, que parou para falar rapidamente com jornalistas no sábado, 17, na porta do hospital Vila Nova Star, na zona sul de São Paulo.

Bolsonaro está internado no hospital da capital paulista desde a quarta-feira, 14, quando foi diagnosticado com uma obstrução intestinal após sentir dores abdominais. O presidente já apresentava crises de soluço há cerca de dez dias, o que estava relacionado com obstrução no intestino.

Em entrevista exclusiva concedida ao Estadão no sábado, Macedo afirmou que já vinha acompanhando as queixas de soluço de Bolsonaro e, em parceria com o cardiologista Ricardo Camarinha, médico do presidente, tinha prescrito medicamentos e indicado uma dieta mais leve.

Segundo ele, o quadro de obstrução intestinal é “potencialmente grave”, mas a situação já estava controlada quando chegou a Brasília para avaliar o estado de saúde do presidente. O cirurgião classificou Bolsonaro como um paciente que obedece a orientações médicas e disse que ele está evoluindo, andando pelo hospital e se exercitando.

Desde quinta-feira, 15, o quadro clínico do presidente segue evoluindo de forma satisfatória, informam os boletins médicos divulgados pela assessoria do Vila Nova Star. Na sexta-feira, 16, a sonda nasogástrica foi retirada e o presidente aceitou bem a alimentação via oral.

A equipe que acompanha Bolsonaro deve decidir nos próximos dias sobre a alimentação do presidente — a dieta deve passar de cremosa (consumida com colher) para pastosa (consumida com garfo), sem incluir alimentos fermentativos, que formam gases.

Macedo afirmou que a recomendação é que Bolsonaro mastigue bem a comida, faça refeições leves e pratique exercícios regularmente, como caminhadas. Segundo o médico, a depender de avaliação médica, Bolsonaro estaria apto para voltar ao trabalho já na segunda-feira, 19.

Na manhã de sexta-feira, Bolsonaro publicou uma foto em que aparece circulando pelo hospital e escreveu: “Em breve, de volta ao campo, se Deus quiser”, afirmou em agradecimento ao apoio que tem recebido. À tarde, postou outra imagem, com o celular em mãos e o seguinte texto: “Via internet, fazendo o possível para manter os compromissos. Despachando com os ministros.” À noite, ele recebeu a visita do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Postada pela primeira-dama Michelle Bolsonaro, uma outra foto que repercutiu nas redes sociais mostra Bolsonaro em pé, ao lado de uma mulher que está internada. O hospital Vila Nova Star informou que “caminhadas e circulação pelo corredor do andar costumam fazer parte da recuperação dos pacientes” e que, nesse caso, foi a paciente quem pediu para ser fotografada ao lado do presidente. Ainda segundo o hospital, todos os pacientes internados na unidade fazem teste para covid-19, o “que inclui o senhor presidente da República”.

No sábado, pelas redes sociais, o presidente compartilhou uma foto tomando sopa em seu quarto no hospital, além de ter participado virtualmente da inauguração de uma agência da Caixa Econômica Federal em Missão Velha, no Ceará, cerca de 530 quilômetros distante da capital Fortaleza. A participação do presidente foi transmitida em um telão instalado no local. O presidente também postou um vídeo caminhando no corredor com a legenda: “Seguimos progredindo. Bom dia a todos!”.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.