BUSCAR
BUSCAR
Declaração
Bolsonaro insinua haver corrupção no Ministério de Rogério Marinho
“Pode haver corrupção no governo? Pode. Você pega o Ministério do Desenvolvimento Regional, por exemplo, é do Rogério Marinho, são 20 mil obras no Brasil”, declarou o presidente
Redação
23/12/2020 | 09:14

De férias em São Francisco do Sul, Santa Catarina, Jair Bolsonaro a­firmou nesta segunda-feira 21 que pode haver corrupção em seu governo devido ao grande número de obras em andamento no país. “Pode haver corrupção no governo? Pode. Você pega o Ministério do Desenvolvimento Regional, por exemplo, é do Rogério Marinho, são 20 mil obras no Brasil”, declarou o presidente a apoiadores.

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e suas instituições vinculadas concluíram, em 2020, 6,2 mil obras de pequeno, médio e grande portes nas áreas de habitação, saneamento, mobilidade, desenvolvimento regional e urbano, segurança hídrica e proteção e defesa civil. Foram, em média, 17 obras entregues por dia.

Também em 2020, o MDR entregou 410 mil moradias, das quais 61 mil foram para famílias com renda mensal de até R$ 1,8 mil. Com isso, mais de 1,6 milhão de pessoas passaram a ter acesso à casa própria e agora vivem com mais dignidade.

As ações realizadas pelo Ministério contribuíram para a manutenção e a geração de 4 milhões de empregos diretos, indiretos e induzidos, em um período em que todos os países sofreram com severos efeitos econômicos e sociais causados pela pandemia mundial da covid-19. “Mesmo com todas as di­ficuldades econômicas que enfrentamos, conseguimos concluir todas essas obras.

Nós, que somos o ´Ministério das Águas, levamos esse bem tão precioso para as torneiras de milhares de pessoas”, destaca o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

“Além disso, concretizamos o sonho da casa própria para 49 mil famílias de baixa renda e conseguimos retomar 1,5 mil contratos, entre obras, projetos e outras ações”, completa.

Segundo Marinho, a retomada e a não paralisação de obras foram determinações do presidente da República, Jair Bolsonaro.

“Não deixar obras paradas é um ato de respeito com o dinheiro público, com o Brasil. Essas ações contribuem com toda a cadeia produtiva e de serviços”, observa o ministro.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.