BUSCAR
BUSCAR
Alimentação
Bolsonaro diz que medidas serão tomadas contra alta de preços e pede a mercados lucro perto de zero
Na véspera da fala do presidente, associações do setor divulgaram cartas públicas alertando para o aumento de preços, que chega a superar 20%
Redação
08/09/2020 | 19:27

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta terça-feira 8 que medidas estão sendo tomadas pelos Ministérios da Economia e da Agricultura para dar uma resposta à alta dos preços dos alimentos. Ele apelou aos supermercados para que diminuam margens de lucro.

“Sei que outras medidas estão sendo tomadas pelo ministro da Economia [Paulo Guedes], bem como pela ministra [da Agricultura] Tereza Cristina para nós embasarmos a resposta a esses preços que dispararam nos supermercados”, disse, em uma live.

O presidente disse que tem pedido a redes varejistas que, diante do aumento do preço do arroz, reduzam os ganhos.

Nesta quarta-feira, 9, às 14 horas, em Brasília, aconteceu uma reunião da presidência da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) com a equipe econômica do governo. O assunto é a elevação dos preços de produtos básicos. A alta de itens como arroz, farinha de trigo, açúcar, frango, carne bovina, suína e óleo de soja já supera os 20% nos últimos 9 meses até agosto.

Participarão da reunião o presidente da Abras, João Sanzovo Neto o primeiro vice-presidente, João Galassi, além de Ronaldo Santos, presidente da Associação Paulista de Supermercados (Apas).

O encontro tem a expectativa de contar com a presença do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do próprio presidente da República, Jair Bolsonaro. No entanto, essas autoridades ainda não estão confirmadas para a agenda.

*Com informações do Diário do Nordeste

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.