BUSCAR
BUSCAR
Chuvas
Bolsonaro diz que apoio da Argentina para Bahia não era necessário
Presidente disse que Forças Armadas estavam prestando à população afetada da Bahia o tipo de assistência oferecido pela Argentina
Metrópoles
30/12/2021 | 11:45

O presidente Jair Bolsonaro (PL) se pronunciou, nesta quinta-feira 30, sobre a recusa à ajuda humanitária do governo da Argentina para auxiliar as vítimas das fortes chuvas no sul da Bahia. Segundo o mandatário, o “fraterno oferecimento argentino” foi feito quando as Forças Armadas, em coordenação com a Defesa Civil, já estavam prestando aquele tipo de assistência à população afetada, inclusive com o apoio de três helicópteros da Marinha e do Exército.

O país vizinho ofereceu apoio psicossocial e se comprometeu a mandar profissionais especializados em saneamento para a região, que sofre com severas enchentes.

Bolsonaro disse que o governo brasileiro avaliou que a ajuda argentina não seria necessária naquele momento, mas poderá ser acionada oportunamente, em caso de agravamento das condições. Ele afirmou ainda que o governo está aberto a ajuda e doações internacionais.

A recusa foi oficializada na quarta-feira 30 pelo Ministério das Relações Exteriores ao consulado da Argentina no Brasil. Para dispensar a ajuda, o Executivo local disse contar com “todos os recursos financeiros e de pessoal necessários” para contornar a crise.

As chuvas na região sul da Bahia deixaram, até o momento, 24 mortos, 434 feridos e 91 mil desabrigados ou desalojados. Dos 141 municípios afetados pelas chuvas, 132 declararam situação de emergência. O presidente Jair Bolsonaro afirma que tem acompanhado a crise mesmo de longe, em Santa Catarina, onde passa férias no litoral.

Desde o início da semana, ao menos cinco ministros já foram à região. Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional), João Roma (Cidadania), Gilson Machado (Turismo), Marcelo Queiroga (Saúde) e Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), além Marcelo Sampaio, secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura, estiveram no estado. Alguns já retornaram a Brasília.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.