BUSCAR
BUSCAR
Conflitos
Bolsonaro acumula ataques verbais a jornalistas e veículos de imprensa;foram 116 só em 2019
Presidente já se dirigiu a repórteres com frases homofóbicas e de cunho sexual, além de ter sugerido obstáculos à atividade da imprensa
O Globo
24/08/2020 | 08:36

O ataque do presidente Jair Bolsonaro a um repórter do GLOBO neste domingo é mais um episódio de uma série de agressões verbais à imprensa durante o atual governo. O presidente, que declarou ter vontade de “dar porrada” no jornalista ao ser perguntado sobre cheques repassados pelo policial reformado Fabrício Queiroz à primeira-dama Michelle Bolsonaro, terminou 2019 com 116 ataques à imprensa contabilizados pela Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj). É o que diz a matéria publicada no O Globo.

Segundo a reportagem, neste ano, durante a pandemia da Covid-19, Bolsonaro seguiu reagindo de forma agressiva a perguntas de jornalistas, inclusive mandando a imprensa “calar a boca”.

Leia AQUI a matéria na íntegra e relembre casos de agressões do presidente.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.